nsc
nsc

QUEM DÁ MAIS?

Casa em área nobre de Florianópolis que abrigou ex-governadores vai a leilão

Compartilhe

Ânderson
Por Ânderson Silva
21/03/2022 - 06h27 - Atualizada em: 21/03/2022 - 06h29
Área tem 23 mil metros quadrados, em área nobre de Florianópolis
Área tem 23 mil metros quadrados, em área nobre de Florianópolis (Foto: Reprodução)

Termina no dia 4 de abril o prazo para lances virtuais do leilão de uma área de 23 mil metros quadrados em local nobre de Florianópolis. O espaço contempla um casarão que pertenceu a ex-governadores de Santa Catarina, mas que recentemente estava abandonado e vinha sendo ocupado por moradores em situação de rua. O imóvel fica na Rua Frei Caneca, paralela à Beira-Mar Norte, no Bairro Agronômica. Por decisão judicial envolvendo a construtora dona da área, o leilão tem lance mínimo de R$ 51.747.092,88. A avaliação total do terreno é de R$ 101.464.888,00.

Apesar de apenas o casarão ficar aparente na Rua Frei Caneca, há uma vasta área que fica atrás do espaço. Segundo a descrição do leilão, "sobre o imóvel existe uma edificação antiga, em processo de tombamento pelo patrimônio histórico, que devem possuir suas características originais preservadas não podendo serem demolidas, restringindo a utilização construtiva de aproximadamente 1.200,00m² de área de terreno – cerca de 5,16% do total do imóvel". Além das edificações em processo de tombamento o imóvel não possui nenhuma outra restrição que o deprecie, de acordo com o site do leiloeiro.

Em 2018, durante uma vistoria do Ministério Público de Santa Catarina, a reportagem da CBN Diário teve acesso ao interior do imóvel e pode comprovar o estado de abandono do lugar. Com o decreto 15.068, publicado no Diário Oficial do município do dia 2 de setembro de 2015, o edifício foi tombado como Patrimônio Histórico, Artístico e Cultural da cidade. De acordo com o jornalista Upiara Boschi, a casa foi ocupada por três ex-governadores catarinenses: Vidal, Nereu e Celso Ramos. Além de Mauro Ramos, que foi prefeito de Florianópolis.

No início dos anos 2000, abrigou uma escola e depois um diretório partidário. Em 2014, o proprietário foi notificado pelo MPSC para fazer a proteção do local afim de evitar invasões, mas hoje, o estado do edifício é deplorável.

Para ter acesso aos detalhes do leilão, clique aqui.

Leia também:

Crônica de domingo: Os livros do momento

Com Moisés, Republicanos filia prefeitos e vices de três partidos

Quem é o coronel por trás das escolhas de Moisés

Ânderson Silva

Colunista

Ânderson Silva

Colunista da NSC Comunicação, publica diariamente informações relevantes sobre as decisões que impactam o catarinense, sem esquecer dos bastidores dos poderes. A rotina de Florianópolis em texto e imagens também está no radar da coluna.

siga Ânderson Silva

Ânderson Silva

Colunista

Ânderson Silva

Colunista da NSC Comunicação, publica diariamente informações relevantes sobre as decisões que impactam o catarinense, sem esquecer dos bastidores dos poderes. A rotina de Florianópolis em texto e imagens também está no radar da coluna.

siga Ânderson Silva

Mais colunistas

    Mais colunistas