nsc
nsc

publicidade

Reajuste

Cresce pressão nas forças de segurança de SC por reposição inflacionária esperada desde 2013

Compartilhe

Ânderson
Por Ânderson Silva
10/09/2019 - 03h05 - Atualizada em: 10/09/2019 - 03h04

Vem crescendo dentro das forças de segurança pública de Santa Catarina a cobrança pela reposição salarial da inflação dos últimos anos. Desde dezembro de 2013, as polícias Civil e Militar, o Corpo de Bombeiros e o Instituto Geral de Perícias (IGP) não recebem o reajuste da data-base. Nos últimos dias a pressão interna aumentou em diferentes frentes.

Um grupo que vem sendo chamado de G11, formado por entidades representativas de policiais, bombeiros e peritos, se reuniu para construir a proposta que será levada ao Executivo. O presidente da Associação dos Oficiais Militares (Acors), Sérgio Sell, diz que aguarda uma posição do Estado para o encontro.

Aos comandos, o governo tem dito que a reposição somente virá quando as contas apresentarem sinal de melhora.

Cadeirinha

Dois acidentes graves nos últimos dias em rodovias federais de SC reforçam a importância da cadeirinha para crianças nos carros. Em um deles, na sexta-feira passada, um garoto de dois anos morreu. Em outro, nesta segunda-feira, o bebê de seis meses estava no equipamento, que não foi preso corretamente no banco e acabou ferido por ser lançado junto com a cadeirinha, segundo a PRF. Episódios como estes comprovam que não há como diminuir a cobrança sobre o uso do item.

Deixe seu comentário:

Ânderson Silva

Colunista

Ânderson Silva

Colunista da NSC Comunicação, publica diariamente informações relevantes sobre as decisões que impactam o catarinense, sem esquecer dos bastidores dos poderes. A rotina de Florianópolis em texto e imagens também está no radar da coluna.

siga Ânderson Silva

Últimas do colunista

Loading interface...
Ânderson Silva

Colunista

Ânderson Silva

Colunista da NSC Comunicação, publica diariamente informações relevantes sobre as decisões que impactam o catarinense, sem esquecer dos bastidores dos poderes. A rotina de Florianópolis em texto e imagens também está no radar da coluna.

siga Ânderson Silva

publicidade

publicidade

Mais colunistas

    publicidade

    publicidade

    Mais colunistas