nsc

publicidade

Ânderson

Senado Federal

Dois senadores de Santa Catarina assinam nova tentativa de CPI da Lava Toga

Compartilhe

Por Ânderson Silva
22/08/2019 - 12h26
(Foto: DIDA SAMPAIO / ESTADÃO CONTEÚDO)
(Foto: DIDA SAMPAIO / ESTADÃO CONTEÚDO)

A terceira tentativa de abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar o Supremo Tribunal Federal (STF) tem a adesão de dois senadores catarinenses. Esperidião Amin (Progressistas) e Jorginho Mello (PL) assinaram o requerimento para a abertura da conhecida "CPI da Lava Toga".

A comissão voltou à pauta depois da crise atual na Receita Federal. Um dos argumentos é que há interferência de ministros do STF em procedimentos do órgão. O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM) não levou à frente as outras duas tentativas de senadores de criarem a CPI. Até o momento, o terceiro requerimento tem 25 adesões.

Alessandro Vieira (Cidadania) foi quem apresentou a proposta inicial. Ele também foi o autor do segundo requerimento, arquivado por Alcolumbre.

Deixe seu comentário:

Ânderson Silva

Ânderson Silva

Ânderson Silva

Colunista da NSC Comunicação, publica diariamente informações relevantes sobre as decisões que impactam o catarinense, sem esquecer dos bastidores dos poderes. A rotina de Florianópolis em texto e imagens também está no radar da coluna.

anderson.silva@somosnsc.com.br

publicidade

publicidade

Mais colunistas

publicidade

publicidade