nsc
    nsc

    Depoimento

    Dono de empresa que atuou por anos na ponte Hercílio Luz será ouvido em CPI

    Compartilhe

    Ânderson
    Por Ânderson Silva
    11/07/2019 - 04h10
    Ponte Hercílio Luz (Foto: Betina Humeres / NSC Total)

    Um dos próximos convocados para prestar depoimento na CPI da ponte Hercílio Luz por indicação do relator, deputado Bruno Souza (sem partido), é o responsável por um dos contratos mais polêmicos das obras. O empresário Paulo Ney Almeida, sócio da Construtora Espaço Aberto, teve contrato firmado em 2008 que se arrastou até a sua rescisão em 2014 sem que a obra contratada tenha sido concluída. Ele deve ser chamado na comissão na primeira quinzena de agosto, após a volta do recesso parlamentar.

    :: Estado oficializa aditivo de R$ 8,3 milhões na obra da ponte Hercílio Luz

    Aliás

    Nesta quarta-feira a CPI ouviu um empresário que ajudou na contratação do seguro da obra pela Espaço Aberto em 2008. Ele contou que a apólice perdeu validade 15 dias após a assinatura por falta de pagamento. Durante a reunião, foram aprovados novos depoimentos como o de um ex-servidor do Estado apontado como o responsável por uma assinatura encontrada em diferentes contratos e que não havia sido assumida por ninguém.

    Leia também:

    Relator da CPI da ponte Hercílio Luz quer explicações sobre novo aditivo

    Prefeitura lança edital para obras no entorno da ponte Hercílio Luz  

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas