nsc
    nsc

    Política

    Extinção da Agências Regionais: o primeiro desafio de Carlos Moisés

    Compartilhe

    Ânderson
    Por Ânderson Silva
    20/11/2018 - 11h29
    Foto: Felipe Carneiro / Diário Catarinense

    A principal missão do governador eleito, Carlos Moisés (PSL), será enfrentar a resistência para terminar com as Agências de Desenvolvimento Regional (ADRs). As pressões política e interna serão enormes, e já começaram com um posicionamento da Secretaria de Planejamento.

    A pasta entende que as unidades possuem “atividades essenciais especialmente nas áreas de infraestrutura, saúde e educação”. Ainda apontam que há obras gerenciadas pelas ADRs previstas para até 2022. Por outro lado, Moisés e sua equipe têm se mostrado firme no propósito da extinção dos órgãos. Caso a proposta seja efetivada, será a primeira vitória do novo governo. E que vitória.

    Não tem jeito

    Na segunda-feira de manhã, durante participação do comandante-geral da PM, coronel Araújo Gomes, ao Bom Dia SC, da NSC TV, na Avenida Madre Benvenuta, na Capital, a imprudência de motoristas ao fundo do entrevistado saltou aos olhos até mesmo dos apresentadores. Em poucos minutos, um condutor andou em ré na via e outro ignorou uma estudante que atravessava na faixa de pedestres. Foi um resumo, diante dos olhos dos catarinenses e bem próximo à principal autoridade da PM no Estado, do desrespeito diário no trânsito. Se fazem em uma situação como essa, imagina quando ninguém está vendo.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas