nsc
    nsc

    Negociações

    Fim da função de cobradores entra em pauta na Capital

    Compartilhe

    Ânderson
    Por Ânderson Silva
    15/05/2019 - 04h00 - Atualizada em: 15/05/2019 - 08h56
    (Foto: Anderson Fetter / Agência RBS)

    Começaram nesta terça-feira (14) as negociações da data-base entre os trabalhadores do transporte coletivo de Florianópolis e o Sindicato das Empresas do Transporte Urbano de Passageiros da Grande Florianópolis (Setuf). Apesar de não falarem oficialmente sobre o caso, as empresas trabalham com a possibilidade de colocar em pauta a discussão sobre a extinção da função de cobrador. Elas entendem que deve ser cumprido o contrato de concessão assinado em 2014, que prevê o corte gradual dos cargos. A ideia é não repor os cargos conforme a saída sem demissão.

    Segundo o diretor do Sindicato dos Trabalhadores no Transporte Urbano de Passageiros da Região Metropolitana de Florianópolis (Sintraturb), Deonísio Linder, na reunião desta terça foi discutida a questão dos cobradores. Para a categoria, no entanto, esse é um assunto que não há acordo. O Sintraturb descarta abrir mão da função e aponta a questão social como a principal diante do desemprego. Linder ainda aponta a importância da presença do funcionário dentro do coletivo para coibir situações como assédio contra passageiras. Atualmente, segundo ele, são 2 mil cobradores na região.

    A próxima reunião entre a categoria e as empresas será no dia 22 de maio. Os trabalhadores apresentaram uma pauta com mais de 100 itens.

    Ar-condicionado

    Por outro lado, as empresas analisam internamente um ponto delicado. A visão é de que a instalação de ar-condicionado nos coletivos não está prevista em contrato e deve ser feita, enquanto a saída dos cobradores estava no edital e ainda não ocorreu. Financeiramente, a conta não fecha, mas o tema não é tratado na linha de "ou um ou outro". Em Blumenau há uma discussão igual e com relação direta entre os dois temas, inclusive com o envolvimento da prefeitura, que fará um estudo sobre a preferência das pessoas. A proposta é descobrir se a população prefere os cobradores ou a climatização.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas