nsc
nsc

Combustível

GNV cai no desgosto dos motoristas de aplicativo em Florianópolis

Compartilhe

Ânderson
Por Ânderson Silva
24/01/2019 - 08h59 - Atualizada em: 24/01/2019 - 09h00
Foto: Felipe Carneiro / Agencia RBS
Foto: Felipe Carneiro / Agencia RBS

Tratado como o “queridinho” dos motoristas de aplicativo em Florianópolis até o ano passado, o gás natural veicular (GNV) se tornou o vilão para muitos deles. E o motivo está no preço. Até o começo de 2018, o valor do metro cúbico girava em torno de R$ 2. Hoje, na Ilha, por exemplo, custa R$ 3,20. Enquanto isso, a gasolina comum com desconto para os aplicativos está em R$ 3,60. Como depende de instalação de equipamentos e vistoria periódica, o GNV ficou menos atrativo no custo-benefício.

Oportunidades

A Associação Comercial e Industrial de Florianópolis (ACIF) lançou de um edital para receber ideias inovadoras com foco nas áreas de arquitetura e urbanismo, artes, audiovisual, design, gastronomia, moda e turismo. O foco é apoiar projetos e soluções que possam ser usados pela entidade para atender seus mais de três mil associados. O projeto faz parte de parceria com o Cocreation Lab, do Centro Sapiens, e as inscrições seguem até o dia 18 de fevereiro pelo site www.acif.org.br.

Alô, polícia!

Circulou esta semana em um grupo de vendas no Facebook a publicação de um homem que oferecia o serviços de desbloquear o GPS dos patinetes elétricos de Florianópolis. A ideia do “vendedor” era possibilitar ao “comprador” que ele levasse o equipamento “para casa pra sempre”. Em uma tradução simples: o sistema a ser vendido facilitaria o furto do patinete.

Ânderson Silva

Colunista

Ânderson Silva

Colunista da NSC Comunicação, publica diariamente informações relevantes sobre as decisões que impactam o catarinense, sem esquecer dos bastidores dos poderes. A rotina de Florianópolis em texto e imagens também está no radar da coluna.

siga Ânderson Silva

Ânderson Silva

Colunista

Ânderson Silva

Colunista da NSC Comunicação, publica diariamente informações relevantes sobre as decisões que impactam o catarinense, sem esquecer dos bastidores dos poderes. A rotina de Florianópolis em texto e imagens também está no radar da coluna.

siga Ânderson Silva

Mais colunistas

    Mais colunistas