nsc
nsc

Investigação

Justiça nega suspensão de investigação contra Julio Garcia na operação Alcatraz

Compartilhe

Ânderson
Por Ânderson Silva
20/08/2019 - 18h06 - Atualizada em: 20/08/2019 - 18h17
Julio Garcia (PSD) (Foto: Rodolfo Espínola / Agência AL)
Julio Garcia (PSD) (Foto: Rodolfo Espínola / Agência AL)

Os três desembargadores da 7ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) negaram nesta terça-feira o mérito do recurso da defesa do presidente da Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc), Julio Garcia, que pedia a suspensão da investigação contra ele na operação Alcatraz. O voto do relator, Luiz Carlos Canalli, foi seguido pelos demais membros do grupo.

Com isso, o trecho do inquérito que envolve o parlamentar continua ativo. Ele foi alvo de mandados de busca e apreensão na Alcatraz, que teve cumprimento das ações no dia 30 de maio deste ano. Garcia teve a liminar negada inicialmente por Canalli, e na sessão desta terça-feira foi rejeitado o mérito.

Ele entrou com o pedido de habeas corpus para que ele fosse retirado das investigações já que, afirmam os defensores, não há elemento que faça ligação dele com o objeto da investigação. O presidente da Alesc não está entre os 17 indiciados na primeira fase do inquérito. O deputado é defendido pelo ex-desembargador do Tribunal de Justiça de Santa Catarina César Abreu, além dos advogados Claudia Bressan e Pierre Vanderline.

Deixe seu comentário:

Ânderson Silva

Colunista

Ânderson Silva

Colunista da NSC Comunicação, publica diariamente informações relevantes sobre as decisões que impactam o catarinense, sem esquecer dos bastidores dos poderes. A rotina de Florianópolis em texto e imagens também está no radar da coluna.

siga Ânderson Silva

Últimas do colunista

Loading interface...
Ânderson Silva

Colunista

Ânderson Silva

Colunista da NSC Comunicação, publica diariamente informações relevantes sobre as decisões que impactam o catarinense, sem esquecer dos bastidores dos poderes. A rotina de Florianópolis em texto e imagens também está no radar da coluna.

siga Ânderson Silva

Mais colunistas

    Mais colunistas