publicidade

Navegue por
Ânderson

Investigação

Operação Alcatraz: novos advogados assumem defesa de Nelson Nappi e negam delação

Compartilhe

Por Ânderson Silva
26/06/2019 - 17h32 - Atualizada em: 27/06/2019 - 20h44
Operação Alcatraz envolveu 180 policiais federais e 40 servidores da Receita Federal(Foto: Tiago Ghizoni/DC)
Operação Alcatraz envolveu 180 policiais federais e 40 servidores da Receita Federal(Foto: Tiago Ghizoni/DC)

Depois de ter negado o mérito do habeas corpus no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) dentro da operação Alcatraz, o ex-secretário adjunto de Estado da Administração, Nelson Castello Branco Nappi Júnior, tem novos advogados. Ele está preso no presídio de Florianópolis desde 30 de maio, quando a Polícia Federal (PF) cumpriu mandados para investigar suposta organização criminosa que atuava dentro da secretaria de Administração e da Epagri.

A nova banca de defensores é composta pelos criminalistas Leonardo Pereima de Oliveira Pinto, Gabriel Henrique da Silva e Leoberto Baggio Caon. Antes, Nappi era atendido por Giancarlo Castelan, que assumiu o caso no dia da operação.

A primeira ação dos novos advogados do ex-secretário foi afastar uma possibilidade ventilada nos bastidores nos últimos dias. Eles negam "peremptoriamente a efetivação de delação premiada por parte do cliente". Os defensores dizem que "nunca existiu" essa hipótese e descartam que haja alguma tratativa ou cogitação em andamento.

Deixe seu comentário:

Ânderson Silva

Ânderson Silva

Ânderson Silva

Colunista da NSC Comunicação, publica diariamente informações relevantes sobre as decisões que impactam o catarinense, sem esquecer dos bastidores dos poderes. A rotina de Florianópolis em texto e imagens também está no radar da coluna.

anderson.silva@somosnsc.com.br

publicidade

publicidade

Mais colunistas

publicidade

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação