nsc

publicidade

Ânderson

Educação

Presos de Florianópolis que fizeram Encceja conseguem redução de 50 anos em penas

Compartilhe

Por Ânderson Silva
17/08/2019 - 07h00

Um sinal claro de que os estudos são fundamentais para a recuperação de pessoas presas: a Defensoria Pública de Florianópolis conseguiu até o momento a remição de 50 anos em penas para detentos que o fizeram Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) para pessoas presas em 2018. Ao todo, 260 detentos fizeram as provas no Complexo Penitenciário da Agronômica. Até o momento, 196 pedidos já foram julgados. Ainda estão pendentes de julgamento 64 casos.

— O número substancial de pessoas presas que prestaram o Exame se deve à atuação de agentes penitenciários e também das equipes do Setor de Educação da Penitenciária e dos Presídios Masculino e Feminino de Florianópolis, os quais, apesar da estrutura precária e antiga das referidas unidades, algumas até com alas e galerias sem salas de aula, não mediram esforços para que as pessoas presas fossem distribuídas nas mais diversas ambiências - inclusive salas de visita, oficinas de trabalho e outros espaços -, tudo para que o maior número de pessoas presas pudessem participar da prova”, explicou a defensora pública Caroline Köhler Teixeira.

Educação em pauta

Mais de 480 professores e pesquisadores são esperados no 1º Seminário Catarinense Escola é Lugar de Ciência. O encontro será no dia 26 de agosto. Especialistas que são referências nacionais, como os doutores Gaudêncio Frigotto e Ildeu de Castro Moreira, estarão no evento. As inscrições são gratuitas e devem ser feitas antecipadamente na Escola do Legislativo, pela internet. O evento é promovido pela Comissão de Educação da Alesc em parceria com a Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência e o Fórum Estadual Popular de Educação.

Deixe seu comentário:

Ânderson Silva

Ânderson Silva

Ânderson Silva

Colunista da NSC Comunicação, publica diariamente informações relevantes sobre as decisões que impactam o catarinense, sem esquecer dos bastidores dos poderes. A rotina de Florianópolis em texto e imagens também está no radar da coluna.

anderson.silva@somosnsc.com.br

publicidade

publicidade

Mais colunistas

publicidade

publicidade