nsc
    nsc

    Auditorias fiscais

    Reação

    Compartilhe

    Ânderson
    Por Ânderson Silva
    03/08/2019 - 04h05

    Presidente do Sindifisco Nacional em Florianópolis, Carlos Alberto Nascimento e Silva Pinto questiona a decisão do ministro do STF, Alexandre Moraes, de suspender as auditorias fiscais que tenham como base a nota Copes 48 – relatório que é fruto de cruzamento de dados fiscais realizado com o objetivo de identificar ilícitos tributários de agentes públicos.

    Segundo ele, os auditores atuam “de maneira impessoal e transparente em todos os casos, inclusive naqueles que envolvem pessoas com grande influência política”. Carlos Alberto diz que “em nenhum momento, os auditores fiscais cogitaram extrapolar suas atribuições e fazer investigações criminais”.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas