nsc
    nsc

    Grande Florianópolis

    São José e Biguaçu liberam quadras particulares de futebol; decretos contrariam portarias do Estado

    Compartilhe

    Ânderson
    Por Ânderson Silva
    08/07/2020 - 06h36
    Futebol em quadras particulares foi liberado em São José e Biguaçu (Foto: Arquivo/NSCTotal)
    Futebol em quadras particulares foi liberado em São José e Biguaçu (Foto: Arquivo/NSCTotal) (Foto: Futebol em quadras particulares foi liberado em São José e Biguaçu (Foto: Arquivo/NSCTotal))

    As prefeituras de Biguaçu e São José, ambas na Grande Florianópolis, liberaram o futebol em quadras esportivas particulares. Os decretos foram publicados no começo da semana. Ambos contrariam a portaria do governo do Estado que autorizou somente a atividade profissional e uma resolução de maio que impede aglomeração de pessoas em qualquer ambiente. No final do abril, as atividades ao livre foram liberadas, mas com regras e sem a inclusão do futebol.

    Florianópolis libera jogos e calendário da Federação Catarinense está mantido

    No caso de Biguaçu, a prefeitura autorizou "os funcionamentos das quadras esportivas, campos de futebol particulares de estabelecimentos comerciais e prestadores de serviços, campos de paintball e congêneres" com regras. O futebol amador, no entanto, foi vetado na cidade.

    Dentre as determinações estão o intervalo mínimo de 20 minutos entre uma partida e outra, a proibição de confraternizações, medição de temperatura dos frequentadores e restrição de horários. A coluna perguntou à assessoria de imprensa o que motivou a portaria diante das recomendações no sentido contrário do Estado, mas não obteve resposta da prefeitura de Biguaçu.

    Em São José, o decreto permite o funcionamento de "quadras esportivas de futebol 7 particulares, para fins de locação e funcionamento de escolhinhas". Isso deve ocorrer de segunda à sexta, das 18h às 23h. Há regras como uso de máscara enquanto os frequentadores não estiverem jogando, medição de temperatura, proibição de confraternizações e cuidados de higiene. Assim como em Biguaçu, a cidade não permitirá espectadores nas quadras.

    No mesmo decreto, São José vetou o futebol amador e profissional. No entendimento da prefeitura, a liberação do esporte por parte do Estado possibilitou a decisão. A promessa do município é que a fiscalização será intensa. Diante de irregularidades, os estabelecimentos serão fechados.

    Portarias do Estado

    Na visão da secretaria de Estado da Saúde, continua em vigor a portaria 348, de 22 de maio de 2020. A determinação estabelece que "permanece proibida a aglomeração de pessoas em qualquer ambiente, seja público ou privado, interno ou externo, para a realização de atividades de qualquer natureza".

    Na segunda-feira (6), uma outra portaria autorizou o funcionamento do futebol, mas no formato profissional. O texto não indica liberação do esporte amador.

    No dia 19 de junho, uma outra portaria autorizou a volta dos treinos para os profissionais. Naquele dia, em publicação no site do governo do Estado, foi ressaltado que a medida "não vale para escolinhas de futebol ou campos de futebol society".

    Leia também:

    Responsabilidade! O grande desafio do futebol catarinense na volta do Estadual 2020

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas