publicidade

Navegue por
Ânderson

Corrida pelo dinheiro

Troca de presidente acelerou assinatura de contratos com o governo federal 

Compartilhe

Por Ânderson Silva
07/01/2019 - 09h26 - Atualizada em: 07/01/2019 - 09h26

Os últimos dias de 2018 foram de corrida intensa atrás de recursos em Brasília, principalmente no caso dos prefeitos do MDB, como Gean Loureiro (MDB). Todos sabiam que a saída de Michel Temer (MDB) e seus colegas de partido poderia representar dificuldades para a obtenção de recursos. Em 28 de dezembro, no último dia útil do ano, Gean fez um ato em seu gabinete e assinou R$ 17 milhões para Florianópolis através do ministério do Turismo, até então comandado pelo catarinense Vinicius Lummertz. Havia o entendimento entre os aliados que se o dinheiro não fosse garantido através da assinatura do contrato, ele poderia ser perdido. Por isso a pressa em fazer os trâmites antes da virada de ano.

Com a posse de Jair Bolsonaro (PSL), o novo presidente anunciou uma revisão nos repasses, o que colocou em xeque os valores destinados a diferentes cidades. Loureiro garante que depois da assinatura dos contratos feita no final de dezembro não há como perder mais o dinheiro. Os recursos conquistados vão ser aplicados em obras como as reformas da rodovia João Gualberto Soares e da avenida Luiz Boiteux Piazza, ambas no Norte da Ilha.

Por outro lado, a prefeitura não conseguiu garantir o recurso de R$ 1 milhão para a avenida Beira-Mar Continental. Esse valor, no entanto, ficou empenhado para Florianópolis. Depende do novo ministro do Turismo decidir pelo prosseguimento do repasse.

Deixe seu comentário:

Ânderson Silva

Ânderson Silva

Ânderson Silva

Colunista da NSC Comunicação, publica diariamente informações relevantes sobre as decisões que impactam o catarinense, sem esquecer dos bastidores dos poderes. A rotina de Florianópolis em texto e imagens também está no radar da coluna.

publicidade

publicidade

Mais colunistas

publicidade

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação