Florianópolis

publicidade

Augusto

ESPORTES

FMD vai reavaliar repasse às modalidades no Bolsa Desportista de Blumenau

Compartilhe

Por Augusto Ittner
06/01/2018 - 13h36 - Atualizada em: 06/01/2018 - 13h42
Nilton Wolff, Fesporte, Divulgação
(Foto: )

A FMD de Blumenau iniciou a reavaliação do valor repassado aos atletas por meio do Bolsa Desportista – nomenclatura para o projeto que possibilita o pagamento de salário sem vínculo empregatício com o município. Responsáveis pelo alto rendimento trabalham para levantar os dados que envolvem desempenho e repercussão em nível nacional, para definir como serão os cortes na fatia do bolo para 2018. Conforme o presidente Egídio Beckhauser, há modalidades que disputam competições nacionais que recebem menos recursos do que outras. O dirigente afirma que é preciso haver um equilíbrio nessa história, e que tudo deve ser confirmado até fevereiro.

Contemplados no Bolsa Atleta do governo federal

Dos 5.830 nomes beneficiados com o programa Bolsa Atleta do governo federal, 51 são residentes em Blumenau, conforme dados publicados no Diário Oficial da União – isso sem contar outros que representam a cidade, mas que moram em outra, como os velocistas Willian Deschamps e Ludimila Maria Cardoso. O investimento total anual nos atletas do município é de R$ 701 mil (vai de R$ 370 a R$3,1 mil por pessoa) e vale para o handebol, atletismo, tênis, badminton, natação, vôlei, luta olímpica, tiro esportivo e... Curling. Sim, um dos beneficiados da cidade é Cláudio Alves, atleta do curioso esporte praticado no gelo, cujos pais residem em solo blumenauense.

Deixe seu comentário:

publicidade

Florianópolis
© 2017 NSC Comunicação
Florianópolis
© 2017 NSC Comunicação