publicidade

Augusto

Vôlei

Seja bem-vindo de volta à Superliga, professor Artur Novaes

Compartilhe

Por Augusto Ittner
05/04/2019 - 16h40 - Atualizada em: 05/04/2019 - 16h40
Foto: Richard Ferrari, Arquivo Pessoal

Era como um romance clichê. Antes de o jogo entre Blumenau e Anápolis começar, clima de ansiedade por aquilo que viria. Quando a bola voou, foi uma história repleta de altos e baixos, com momentos de euforia e outros de decepção. O final? Feliz. Tudo porque Artur Novaes está de volta à Superliga masculina de vôlei – e você, leitor, pode entender essa volta das duas formas. Seja com a associação que carrega no nome a maior referência do vôlei em Santa Catarina, ou com a volta à elite da modalidade que o “professor” representou o clube com amor até o dia de sua partida, em 13 de dezembro de 2010.

Artur estava lá. Sem que os jogadores soubessem, ele ajudou o time a ter a paciência necessária quando a situação era adversa dento de quadra. Quando começou perdendo, ou então quando foi derrotado em um terceiro set com mais de 45 minutos, Novaes estava lá para passar tranquilidade aos seus bacuris para que a ansiedade não tomasse conta. O triunfo foi como uma homenagem póstuma ao homem que ajudou a construir o vôlei em Blumenau e que se despediu pouco mais de oito anos atrás, justamente em meio à última Superliga que o clube disputou.

Coincidência, ou não, Novaes é responsável direto pelo acesso. Não o Artur, e sim Luís Fernando, filho dele, que ajudou a reerguer o time depois que uma série de problemas financeiros após a temporada 2010/2011. Afundado em dívidas, o clube se recuperou gradativamente até que retornou à Superliga B, quatro anos atrás. Tudo com o suporte de Luís, que com o apoio da diretoria e comissão técnica reconstruiu o time adulto.

O acesso à Superliga é o fim de um capítulo. Há outro, agora, na decisão, seja contra Botafogo ou contra Lavras-MG. No fim desse ano, outra parte da história começa a ser escrita, dessa vez na elite, diante de grandes. Sesi-SP, Sada Cruzeiro, Taubaté, Sesc-RJ. Grandes clubes do vôlei brasileiro estarão em Blumenau, trazendo os principais jogadores do país. Lucão, Leandro Vissotto, Wallace, Lucarelli, Lipe, Murilo Endres. Grandes nomes jogarão na cidade em um momento de crescimento do vôlei brasileiro.

Oportunidade para duas coisas: para que os empresários de Blumenau e região invistam, tendo no vôlei uma oportunidade de retorno de mídia – dezenas de jogos na primeira fase são transmitidos na TV fechada para todo o Brasil. E em segundo ponto, para que a equipe monte um bom elenco, para fazer frente aos grandes clubes – sabendo, é claro, as diferenças astronômicas de orçamento – e se mantenha na elite para poder dar sequência ao projeto.

Deixe seu comentário:

Augusto Ittner

Augusto Ittner

Augusto Ittner

Opinião, análise e memória. Direto ao ponto, aborda o cenário esportivo do Vale do Itajaí. Com destaque para Metropolitano e BEC, traz de maneira exclusiva os bastidores do futebol em Blumenau e região.

augusto.ittner@somosnsc.com.br

publicidade

publicidade

Mais colunistas

publicidade

publicidade