nsc
nsc

VALDAIR MATIAS

"Temos que buscar urgentemente mais dois zagueiros e um meia", diz presidente do Metrô

Compartilhe

Augusto
Por Augusto Ittner
28/01/2019 - 10h05 - Atualizada em: 28/01/2019 - 10h13
Foto: Patrick Rodrigues

O presidente do Metropolitano, Valdair Matias, admitiu a necessidade de contratar pelo menos mais três jogadores em conversa com a coluna na manhã desta segunda-feira. Ele disse ser necessário, pelo menos, reforçar o elenco com mais "dois zagueiros e um meio-campo", e que a diretoria irá correr atrás de recursos para isso.

Desde a goleada sofrida para o Hercílio Luz no sábado, o time vive tensão nos bastidores. A saída do diretor de futebol Ericsson Luef já foi confirmada e não há garantia da permanência de Marcelo Mabília como treinador. Na noite desta segunda-feira, a diretoria volta a se reunir para definir o nome do novo diretor. Erivaldo Caetano Júnior, o Vadinho, é o mais cotado para o posto.

Salários atrasados

Matias também confirmou o fato de que os jogadores estão com parte dos salários atrasados. A alegação é de que os patrocinadores ainda não depositaram os valores referentes ao mês de janeiro. Sem dinheiro em caixa, o Metropolitano não conseguiu pagar o vencimento dos atletas. Os que entraram em campo contra o Hercílio tiveram 40% do valor depositado, e o restante deve ser quitado nesta semana. São necessários cerca de R$ 50 mil para resolver o problema.

O Metropolitano volta a entrar em campo na quarta-feira, às 19h, contra o Figueirense no Estádio Orlando Scarpelli.

Augusto Ittner

Colunista

Augusto Ittner

Opinião, análise e memória. Direto ao ponto, aborda o cenário esportivo do Vale do Itajaí. Com destaque para Metropolitano e BEC, traz de maneira exclusiva os bastidores do futebol em Blumenau e região.

siga Augusto Ittner

Augusto Ittner

Colunista

Augusto Ittner

Opinião, análise e memória. Direto ao ponto, aborda o cenário esportivo do Vale do Itajaí. Com destaque para Metropolitano e BEC, traz de maneira exclusiva os bastidores do futebol em Blumenau e região.

siga Augusto Ittner

Mais colunistas

    Mais colunistas