nsc
    nsc

    VERÃO CHEGANDO 

    Balneário Camboriú prepara-se para a temporada de verão

    Compartilhe

    Por Cacau Menezes
    08/11/2019 - 06h30 - Atualizada em: 08/11/2019 - 10h28

    O prefeito de Balneário Camboriú, Fabrício Oliveira, expôs à diretoria do Sindicato da Indústria da Construção Civil (Sinduscon) algumas medidas que o seu governo está tomando para garantir à cidade uma boa temporada de verão.

    Na área de segurança, o número de policiais na rua será o maior de Santa Catarina, haverá aumento na quantidade de viaturas e o policiamento ostensivo também será feito a pé e de bicicleta. Além disso, muitos dos policiais terão o domínio de idiomas, como inglês e alemão, para melhor atender os turistas.

    O prefeito disse que considera "sensível" a presença de moradores de rua na região central. O número de mendigos, segundo ele, aumentará durante a temporada. Uma das medidas a serem tomadas será a deflagração de uma campanha visando conscientizar as pessoas a não darem esmolas.

    Os milhões de visitantes que chegarão à "Dubai brasileira" de dezembro a março terão que conviver com o aumento do número de radares de controle de velocidade, providência considerada indispensável por Fabrício Oliveira para diminuir os acidentes envolvendo carros e motos.

    Secretário de Educação de SC deveria ser evangélico?

    A deputada estadual Ana Caroline Campagnolo, que, mesmo sendo do PSL, rompeu relações com o governador Carlos Moisés, fez uma afirmação indecifrável à imprensa de Brusque.

    Depois de criticar a área educacional do governo porque um projeto de lei com o termo "identidade de gênero" foi enviado à Assembleia Legislativa, Campagnolo disse: "Ele (Moisés) deveria ser o governador do Bolsonaro e o nosso secretário de Educação (Natalino Uggioni) é católico". Dá para depreender, em um exercício forçado de adivinhação, que a deputada queria, ou quer, que o secretário fosse evangélico.

    Será isso?

    Presidentes de associações podem ser remunerados

    Presidentes de associações de moradores de bairros de Lages querem receber um salário pago pela prefeitura. Ofício com o pedido já foi encaminhado ao prefeito Antônio Ceron. 

    Já imaginaram se a moda pega!

    Ainda não é assinante? Assine e tenha acesso ilimitado ao NSC Total, leia as edições digitais dos jornais e aproveite os descontos do Clube NSC​

    ​Acesse as últimas notícias do NSC Total

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas