nsc
    nsc

    SE TU DIX 

    Black Friday

    Compartilhe

    Por Cacau Menezes
    22/11/2019 - 05h30 - Atualizada em: 22/11/2019 - 10h30

    No dia 29, milhares de consumidores vão correr para a internet e lojas físicas para aproveitar os descontos da Black Friday. Em sua nona edição no Brasil, o evento deve ter faturamento 18% maior do que no ano passado, chegando a R$ 3,07 bilhões, de acordo com a Ebit/Nielsen.

    Entretanto, a maior parte das pequenas empresas brasileiras não está muito animada. De acordo com levantamento feito pela empresa de gestão empresarial VHSYS, 56% dos pequenos negócios não devem aderir à Black Friday em 2019. Para participar da pesquisa foram selecionados 10 mil clientes de todo o país, extraídos da base da empresa.

    Para Stocco, só é possível aplicar descontos quando se tem um planejamento eficiente do estoque. “É preciso analisar muito bem quais produtos saem mais ou menos durante o ano, qual é o custo de cada um e o que pode render mais durante a promoção. Sem essa análise, provavelmente o empresário sairá perdendo dinheiro”, diz.

    Entre os segmentos de micro e pequenas empresas que menos se interessam pela Black Friday neste ano estão os serviços de TI (12%), construção civil (10%) e fabricação de roupas e móveis (6%). Entre as das empresas que participarão do evento (44% das consultadas), os segmentos em destaque são comércio varejista geral (28,9%), comércio atacadista (13,3%), alimentos e bebidas (6,7%) e manutenção de máquinas, equipamentos e veículos (6,7%).

    Ainda não é assinante? Assine e tenha acesso ilimitado ao NSC Total, leia as edições digitais dos jornais e aproveite os descontos do Clube NSC​

    Acesse as últimas notícias do NSC Total

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas