nsc

publicidade

Cacau

Danos morais

Escola de Blumenau é condenada a pagar indenização a cabeleireiro que sofreu ataque homofóbico em gincana

Compartilhe

Por Cacau Menezes
13/06/2019 - 04h00

Essa aconteceu em Blumenau. Um cabeleireiro que sofreu humilhação, constrangimento e exposição vexatória por sua orientação sexual quando participava como jurado de uma gincana, em tradicional colégio do Vale do Itajaí, será indenizado por danos morais em R$ 5 mil.

A instituição de ensino foi condenada, por decisão do TJ, ao permitir que seus alunos promovessem ataque de cunho homofóbico contra o profissional, em fato registrado em agosto de 2013. Segundo consta, o cabeleireiro fora convidado para atuar como jurado em uma das provas da gincana escolar, intitulada “penteado maluco”.

Divididos em equipes, os estudantes tinham que apresentar cortes de cabelo vanguardistas. Após avaliar todos os candidatos, o jurado - sozinho nesta condição - repassou o resultado ao professor que coordenava o concurso, responsável pelo anúncio do vencedor. Foi nesse momento que integrantes das equipes perdedoras, presentes no ginásio do colégio, puxaram coro que atacou o moral do profissional: “Bicha, bicha, bicha...”.

Deixe seu comentário:

publicidade