nsc
    nsc

    Sul de SC

    Instalação de empresa em debate em Imbituba

    Compartilhe

    Por Cacau Menezes
    21/10/2019 - 05h45 - Atualizada em: 25/10/2019 - 12h50
    (Foto: SCPar Porto de Imbituba/Divulgação)
    (Foto: SCPar Porto de Imbituba/Divulgação)

    Cacau antecipou na edição do fim de semana um debate que ganha cada vez mais fôlego em Imbituba e que é muito importante para toda a Santa Catarina. Infelizmente, o assunto ainda avança pelo terreno pouco razoável das entranhas da internet profunda, com opiniões fundadas no ódio e na desinformação.

    Vamos aos fatos: há uma empresa que se chama Cattalini Terminais Marítimos. Ela existe há 38 anos e fica em Paranaguá (PR). É o maior terminal privado de granéis líquidos da América Latina e tem a intenção de investir R$ 300 milhões em Santa Catarina, especialmente em Imbituba, onde há um porto que historicamente movimenta granéis líquidos.

    Parte da população é contrária, porque acha que a instalação de uma empresa do gênero levaria risco de uma “explosão” à cidade. Se o assunto for tratado com esse nível de superficialidade, não se faz mais nenhum empreendimento em lugar nenhum do planeta. A Holanda, por exemplo, conhecida por suas causas ambientais, tem o porto de Roterdã, maior da Europa, movimentando combustíveis com segurança.

    Quando uma empresa com CNPJ, décadas de história e centenas de funcionários anuncia o desejo de investir em Santa Catarina, é razoável que o poder público ao menos conheça o seu projeto. Nesse sentido, parabéns ao prefeito de Imbituba, Rosenvaldo Júnior (PT), que se reunirá com a diretoria da Cattalini nos próximos dias. Ele já anunciou ser contrário à iniciativa, mas quer escutar e conhecer os detalhes do projeto.

    Se a empresa vai se instalar ou não, são outros 500. Se Imbituba ou Santa Catarina querem o investimento, podemos decidir. Tanto melhor se essa escolha não for feita com base na fúria, no ódio e na xenofobia.

    Festa no Centro

    O sábado pela manhã no centro de Floripa foi uma grande festa a céu aberto, com uma multidão lotando ruas, lojas, cafés, bares, praça, Catedral, Mercado Público,  feirinhas, estacionamentos, pontos de ônibus e calçadas., fazendo compras, almoçando, passeando,  conversando, vivendo a cidade.

    Muitos turistas que vieram para as festas de outubro no Alto Vale e também de Santa Catarina que vieram exclusivamente para o fim de semana na Ilha.

    Aeroporto

    O Floripa Airport esclarece que, desde a abertura do novo terminal, em 1º de outubro, vem fazendo análise diária do fluxo de veículos na via de embarque e desembarque de passageiros e constatado, ao contrário das muitas reclamações, a eficiência do novo conceito para o fluxo nessa área.

    Nas primeiras duas semanas, registrou-se aproximadamente 90 mil veículos. Deste total, 80% fizeram todo o percurso — desde a entrada até a saída nas cancelas — em até cinco minutos; 14,34%, entre cinco e oito minutos; e 3,49% ficaram no trecho entre nove e 10 minutos. O percentual dos que pagam era 2% no início da operação e agora reduziu para 0,4%.

    Por outro lado, há quem diga que o aeroporto foi inaugurado sem estar 100% pronto, assim como acesso, o que vem causando as reclamações, as filas e o estresse de passageiros.

    Nova praia

    O Passeio Primavera, na SC-401, é cada vez mais um ponto de encontro das pessoas de bom gosto de Floripa. Nos sábados e domingos o local lota de gente alegre e bonita aproveitando restaurantes charmosos, sorveterias de marcas sofisticadas, lanches estilo gourmet, cervejas para paladares exigentes, uma ampla floricultura e muita diversão para adultos e pequenos. Tudo rodeado de uma arquitetura amigável, com privilégio à madeira e onde o verde das plantas e o colorido das flores tornam o trottoir muito agradável. Fica a dica.

    Reserva mundial

    Celebração Oficial de Dedicação da nossa 9ª Reserva Mundial de Surf Guarda do Embaú, a primeira do Brasil, está confirmada para o próximo final de semana, e para festejar este momento, várias atividades foram planejadas. Desde palestras com convidados especiais durante a 1ª Conferência Pan-Americana das Ondas, até ações no mar, no rio e no centrinho.

    Entre os convidados, além do diretor executivo da Save The Waves Coalition, Nik Strong  e do surfista carioca Ricardo Bocão, criador da prancha quatro quilhas e do primeiro programa de surfe e comportamento jovem da TV brasileira, já confirmados, destaca-se a presença do ator Mateus Solano, embaixador no Brasil da campanha Mares Limpos, que já garantiu sua participação em pelo menos um dia do nosso evento.

    Para festejar este momento tão único por aqui, o show no sábado, dia 26, ficará por conta do Daza, esta banda tão catarinense mas com DNA nacional. Ainda espera-se a confirmação pela Save The Waves do nome de um surfista internacional para participar da Conferência Pan-Americana das Ondas.

    Shopping

    Serviço Secreto do Cacau soube de um lojista do Shopping Iguatemi que o empreendimento passará  a se chamar  Shopping Santa Monica e B. Starbucks,  em razão da nova estrutura societária/administrativa.

    Redução

    Há em Lages um projeto que objetiva reduzir o percentual de recursos repassados pela prefeitura à Câmara de Vereadores, o que, diga-se de passagem, deveria acontecer em todos os municípios. No caso lageano, o índice cairia de 6% para 3%.

    Sabe há quanto tempo a iniciativa está parada simplesmente porque os vereadores não têm interesse em gastar menos?

    Um ano. É mole?

    Fica!

    A decisão unânime do TRE em manter o mandato do deputado Bruno Souza (sem partido) foi comemorada com serenidade e respeito pelo parlamentar. Ao contrário do que previam as leituras políticas do caso, prevaleceu um olhar técnico sobre o tema.

    Os desembargadores não se comoveram com a pressão política e decidiram conforme parecer do MPF exarado em julho no processo, também pela manutenção do mandato de Bruno.

    Campanha

    A nova campanha institucional da Ambev criada pela CP+B Brasil reconhece o poder transformador das ONGs e convoca as pessoas a agirem. A cervejaria lançou há dois anos o Programa VOA, que ajuda as organizações a aumentarem o seu impacto positivo em diferentes comunidades a partir da mentoria em gestão que executivos e executivas da companhia  fazem para ONGs de todo o Brasil.

    Em Santa Catarina, quatro instituições recebem o apoio: Instituto Core de Música, Instituto Escola de Teatro Bolshoi e o Omunga, todas em Joinville, além da Bairro da Juventude dos Padres Rogacionistas, de Criciúma.

    Lenda?

    Reza a lenda que, nas suas primeiras edições, a Festa Nacional do Marreco (Fenarreco), que acontece anualmente em Brusque, no Vale do Itajaí, não tinha marrecos em quantidade suficiente para atender aos famintos visitantes. A solução foi sacrificar patos para substituir o prato principal da promoção. Se isso é verdade, a festa deveria ter sido chamada de Patorreco. Concordam?

    Ponte

    Embora reconheça que outra opção não restava ao governador Moisés que não finalizar a eterna obra de recuperação da "velha senhora" , a nossa ponte Hercílio Luz, leitor da coluna pede licença para sugerir que na placa que certamente será colocada na solenidade prevista para o dia 30 de dezembro conste o valor total gasto na reforma, o tempo de duração e a inscrição: paga com o  suor do trabalho do povo catarinense.

    Ainda não é assinante? Assine e tenha acesso ilimitado ao NSC Total, leia as edições digitais dos jornais e aproveite os descontos do Clube NSC.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas