nsc

publicidade

Cacau

Plim plim

O programa de sábado é assistir ao Fabian no Jornal Nacional

Compartilhe

Por Cacau Menezes
10/10/2019 - 04h10
Fabian ao lado de Aline Ferreira, do Amapá, com quem dividirá a apresentação no dia 12. (Foto: Arquivo Pessoal)

Tenho visto aos sábados com uma certa emoção e torcendo muito por todos eles, essa feliz ideia do Jornal Nacional em comemoração aos seus 50 Anos de sucesso de chamar uma vez por semana para apresentar ao vivo do Rio de Janeiro para todo o Brasil uma dupla de outros estados o maior telejornal do país. Em audiência, qualidade e prêmios. Só de pensar já dá vontade de desmaiar. Mas imagino a felicidade de quem está conseguindo chegar lá. E neste sábado será a vez do "nosso" Fabian Londero, dos gaúchos que vieram para cá com a RBS, nessa área, certamente o mais profissional, discreto e educado.

Não marquei nada para o horário que me tire da frente de um aparelho de TV neste sábado. Minha torcida será igual a da sua família, dos filhos, da mulher, dos amigos de infância, dos novos amigos de hoje, dos que sempre apostaram na sua capacidade. Já sei que vou chorar. Aliás, já estou chorando ao escrever essa notinha. 

Escondendo o discreto friozinho na barriga, brincou antes de viajar terça-feira para o Rio: "depois de ser interino do Cacau, só me resta apresentar o Jornal Nacional...".

Faltou dizer

Sobre as notas "Preocupação e Enrolação", publicadas nesta quarta-feira na coluna, infelizmente, lombadas e tantos outros dispositivos de redução de velocidade refletem o nível de educação de uma sociedade no trânsito. Portanto, é de se esperar a instalação de várias na via de acesso ao novo aeroporto de Floripa. E por falar em parado quase andando, o povo que saber se "alguéns" serão responsabilizados pelas 120 obras inertes por todo o Estado. Porque no Brasil, qualquer planejamento e execução com previsão além de 24 horas é ficção científica!

Feminicídio

"Caro amigo Cacau, em relação à nota de sua coluna de quarta-feira sob o título 'Crime’, diga-se que, realmente, a publicação de dados e registros sobre feminicídio em nada irá ajudar as mulheres, pelo contrário, pode até servir de alavanca para outros crimes de igual natureza. Uma solução parece ter sido encontrada na delegacia da mulher de Chapecó, onde, em 2018, 86 homens tiveram prisão preventiva decretada em virtude de violência contra a mulher, e a cidade ficou um ano sem feminicídios. O problema é que com a entrada em vigor da lei de abuso de autoridade, se tal prisão for considerada ilegal, o agressor será solto, a mulher assassinada e o juiz preso. Grande abraço, Carmen Goulart da Silveira."

Sustentável

Nesta quinta-feira as arquitetas Tici Tieppo e Talita Abraham, autoras do espaço infantil Quarto dos Irmãos na CASACOR SC Florianópolis, conduzem a partir das 19h o talk "Educação Sustentável - Desenvolvendo Habilidades para a Vida". O bate papo é aberto aos visitantes da mostra.

CYRK

Três brasileiros estão na lista dos 100 melhores DJs da revista DJ Mag e Cat Dealers está entre eles assumindo a 48ª posição do ranking de 2018. Os irmãos Pedrão e Lugui são atração confirmada na CYRK, festa que acontece neste sábado de feriado, 12 de outubro, no P12.

Deixe seu comentário:

Cacau Menezes

Cacau Menezes

Cacau Menezes

A cara, o jeito e o sotaque de Floripa. O colunista da cidade, das pessoas que são destaque, dos bastidores decisivos e dos acontecimentos mais importantes.

cacau.menezes@somosnsc.com.br

publicidade

publicidade

Mais colunistas

publicidade

publicidade