publicidade

Navegue por
Cacau

Contraponto

O que diz o vereador Maikon Costa

Compartilhe

Por Cacau Menezes
11/01/2019 - 13h22 - Atualizada em: 11/01/2019 - 13h26
Foto: Diorgenes Pandini/DC

Vereador Maikon Costa (PSDB) esclarece que, ao contrário do publicado na quinta-feira nesta coluna, Renata Matos não foi nomeada por ele e também não é sua namorada. E explica as razões das perseguições: “Renata Matos foi exonerada com menos de um mês de trabalho por ter dado parecer contrário a um contrato suspeito (R$ 695 mil/ano para aquisição de softwares de gestão de gabinetes da Câmara – por isso exonerada com menos de um mês de trabalho) e eu, Maikon Costa, por exigir CPI nos transportes públicos”.  

Deixe seu comentário:

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação