publicidade

Navegue por
Cacau

Armas

Pistola com defeito 

Compartilhe

Por Cacau Menezes
24/05/2019 - 15h36 - Atualizada em: 24/05/2019 - 15h36
Policial foi morto pela própria arma ao abordar uma pessoa suspeita, em 2011(Foto: Maurice Kisner/Especial)

Ao se inclinar para pegar um objeto no chão, durante uma abordagem de rotina, a arma do policial militar Leandro Rodrigo Niches se desprendeu do colete balístico, caiu, disparou e a bala acertou seu rosto. Ele morreu na hora. A tragédia aconteceu em novembro de 2011, em São José. Nesta semana, o juiz Luís Francisco Delpizzo Miranda, da comarca da Capital, condenou a empresa fabricante desta arma a pagar uma pensão vitalícia à família e também R$ 200 mil, a título de dano moral e material.

De acordo com o magistrado não há dúvida de que o PM morreu por causa de uma falha na armamento. Para os advogados da família, João Marcelo Schwinden de Souza e Rafael Lobo, “a bem fundamentada sentença traz um sentimento de justiça e um pouco de alento ao sofrimento da família”.

Deixe seu comentário:

Cacau Menezes

Cacau Menezes

Cacau Menezes

A cara, o jeito e o sotaque de Floripa. O colunista da cidade, das pessoas que são destaque, dos bastidores decisivos e dos acontecimentos mais importantes.

cacau.menezes@somosnsc.com.br

publicidade

publicidade

Mais colunistas

publicidade

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação