nsc
    nsc

    Política

    Demissão do presidente do INSS é primeira reação à multiplicação das filas

    Compartilhe

    Carolina
    Por Carolina Bahia
    28/01/2020 - 19h18 - Atualizada em: 28/01/2020 - 19h21
    Renato Vieira foi demitido do comando do INSS (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)
    Renato Vieira foi demitido do comando do INSS (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

    A demissão do presidente do INSS, Renato Rodrigues Vieira, é a primeira reação do governo Bolsonaro à multiplicação das filas que começa a tomar conta de serviços do governo direcionados às pessoas que mais precisam.

    A situação de trabalhadores que encaminharam o pedido de aposentadoria ou pensão ao INSS e aguardam em uma fila é absurda. O mesmo acontece com pessoas que esperam respostas para outros pedidos de benefícios, como auxílio-doença e licença maternidade.

    Vale lembrar que não existe mais um Ministério da Previdência. O INSS está ligado, agora, ao Ministério da Economia. A falta de planejamento é clara, bem como a necessidade de investimento em tecnologia.

    O Ministério da Cidadania também voltou a ter o registro de fila no Bolsa Família. A justificativa é de que o programa está passando por ajustes. Já no Ministério da Educação o problema é a bagunça causada pelos erros na correção das provas do Enem.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas