nsc
    nsc

    Análise

    Governo Bolsonaro vai reformular Bolsa Família e Minha Casa Minha Vida 

    Compartilhe

    Carolina
    Por Carolina Bahia
    03/02/2020 - 19h56
    Presidente Bolsonaro (Foto: Valter Campanato/Agência Brasil)
    Presidente Bolsonaro (Foto: Valter Campanato/Agência Brasil)

    Enquanto a equipe do ministro Paulo Guedes (Economia) concentra as energias nas reformas tributária e administrativa, dentro do Palácio do Planalto a ordem é trabalhar para que o governo Bolsonaro tenha uma marca social. E mais: que consiga atingir as populações dos Estados do Norte e Nordeste, onde partidos de oposição são eleitoralmente fortes.

    O ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, confirmou à coluna que haverá reformulação no Bolsa Família e no Minha Casa Minha Vida (herdados dos governos petistas) e o lançamento de um programa de vouchers para acesso de crianças de famílias de baixa renda a vagas em creches particulares, que deverá se chamar Primeiros Passos.

    Questionado sobre a falta de recursos para viabilizar esses projetos, Onyx argumenta que a privatização de estatais deve ajudar a fortalecer o caixa. 

    De saia justa

    O presidente do Senado, Davi Alcolumbre, voltará a ser pressionado pelos parlamentares lavajatistas a criar uma CPI para investigar o STF, em especial o presidente Dias Toffoli. Na abertura dos trabalhos no Congresso, também havia senadores descontentes com a decisão do ministro Luiz Fux de suspender a criação do juiz de garantias.

    Cerimônia, aliás, que nem de longe lembrava o plenário lotado de um ano atrás, quando animados parlamentares da “nova política” se revezavam nos discursos. No evento de ontem, sobrou cadeira vazia.

    Desânimo

    Até mesmo aliados do governo no Congresso ficaram desanimados quando ouviram a afirmação de Onyx Lorenzoni de que Abraham Weintraub segue no Ministério da Educação (MEC). Só para lembrar um programa que está sem definição: o Fundo do Ensino Básico (Fundeb).

    Abstinência

    Na queda de braço entre os ministros Damares Alves (Mulher) e Henrique Mandetta (Saúde), prevaleceu a sensatez. O programa Adolescência Primeiro, Gravidez Depois tirou do foco a proposta inicial de dar mais ênfase à abstinência sexual. Damares não desistiu da ideia, mas disse que será repensada e colocada na rua depois.

    Prevenidos

    Embora tenha sido anunciado somente no final de semana, depois de muita pressão, o transporte de brasileiros que vivem em Wuhan (China) já vinha sendo estudado pelo Ministério da Defesa. Técnicos faziam simulações e analisavam a logística quando receberam sinal verde para a operação 

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas