publicidade

Carolina

STF

Lewandowski não aceita decisão da PF e mantém entrevista exclusiva de Lula

Compartilhe

Por Carolina Bahia
25/04/2019 - 18h17 - Atualizada em: 25/04/2019 - 19h02
Ministro alegou que Lula concordou em dar entrevista para apenas dois jornalistas. (Foto: Carlos Moura / STF/Divulgação)

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowski determinou que a entrevista que será concedida pelo ex-presidente Lula nesta sexta-feira (26) seja exclusiva para os jornalistas Mônica Bergamo e Florestan Fernandes Júnior, conforme decisão anterior da Corte: 

"A decisão da Corte restringe-se exclusivamente aos profissionais da imprensa supra mencionados, vedada a participação de quaisquer outras pessoas, salvo as equipes técnicas destes, sempre mediante a anuência do custodiado."

A Polícia Federal chegou a divulgar a informação de que outros jornalistas interessados em acompanhar a entrevista poderiam se inscrever. O anúncio foi feito a partir da decisão do superintendente da Polícia Federal do Paraná, delegado Luciano Flores de Lima, que autorizou que profissionais de outros veículos participassem da entrevista com Lula.

No despacho, o ministro errou o nome de Lula, chamando-o de José Inácio, e não Luiz Inácio. Lewandowski ressalta que a liberdade de imprensa deve ser ampla, mas casada com o acordado com o entrevistado:

"A liberdade de imprensa, apesar de ampla, deve ser conjugado com o direito fundamental de expressão, que tem caráter personalíssimo, cujo exercício se dá apenas nas condições e na extensão desejadas por seu detentor, no caso, do ex-Presidente José (sic) Inácio Lula da Silva, ao qual não se pode impor a presença de outros jornalistas ou de terceiros, na entrevista que o Supremo franqueou aos jornalistas Florestan Fernandes e Mônica Bergamo, sem a expressa autorização do custodiado e em franca extrapolação dos limites da autorização judicial em questão."

Deixe seu comentário:

Carolina Bahia

Carolina Bahia

Carolina Bahia

O olhar de Santa Catarina no dia a dia da política nacional. O que acontece em Brasília e os feitos no Estado das decisões tomadas na capital do país.

carolina.bahia@gruporbs.com.br

publicidade

publicidade

Mais colunistas

publicidade

publicidade