nsc

publicidade

Carolina

Política

Senado não dobrou aposta do fundo eleitoral

Compartilhe

Por Carolina Bahia
17/09/2019 - 22h59 - Atualizada em: 17/09/2019 - 23h25

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre, não quis pagar para ver. Diante do enorme desgaste que representaria chancelar a toque de caixa as mudanças nas regras eleitorais e partidárias aprovadas pela Câmara, ele resolveu votar apenas a criação do fundo partidário.

Dirigentes já comemoravam a redução da fiscalização e a chance de usar o dinheiro dos fundos com irresponsável liberdade, mas não houve clima político para a votação. A tarde desta terça-feira (17) foi tensa nos principais gabinetes do Senado, com parlamentares buscando uma maneira de maquiar o texto para torná-lo mais palatável.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, foi consultado sobre a possibilidade de mudanças no projeto e aprovação relâmpago para que regras pudessem valer ainda nas eleições de 2020. A resposta dele: nem pensar.

Como Alcolumbre já enfrenta críticas em razão da resistência à Lava-Toga, ele considerou que não valia a pena alimentar a fama de vilão e comprar mais uma briga.

Pelo amor

Disposto a enterrar de vez a CPI da Lava-Toga, Davi Alcolumbre, tem ligado pessoalmente para os colegas, pedindo para que retirem as assinaturas da criação da comissão de inquérito. Aos senadores mais próximos, chega a apelar:

— Pelo amor de Deus.

Curtas

Afobados

Antes mesmo do projeto das mudanças nas regras eleitorais e partidárias ser desidratado, o senador Jorginho Mello (PL-SC) já havia avisado que votaria contra. Ele reclamou da pressa da votação no Senado, enquanto a Câmara passou quase um ano analisando o texto.

Emenda paga

O Governo deve liberar até sexta-feira os R$ 29,2 milhões da emenda coletiva da banca catarinense de 2018. De acordo com o coordenador da bancada catarinense, deputado Peninha (MDB) os recursos vão ser repassados ao Estado para compra de equipamentos agrícolas. As máquinas devem ser entregues até o final do ano. Cerca de 180 municípios serão beneficiados com o investimento.

Ainda não é assinante? Assine e tenha acesso ilimitado ao NSC Total, leia as edições digitais dos jornais e aproveite os descontos do Clube NSC.

Deixe seu comentário:

Carolina Bahia

Carolina Bahia

Carolina Bahia

O olhar de Santa Catarina no dia a dia da política nacional. O que acontece em Brasília e os feitos no Estado das decisões tomadas na capital do país.

carolina.bahia@gruporbs.com.br

publicidade

publicidade

Mais colunistas

publicidade

publicidade