nsc

publicidade

César

Crônica

Efemérides

Compartilhe

Por César Seabra
06/07/2019 - 06h15

O dia 19 de novembro de 1969 é importante. No Maracanã, de pênalti, Pelé marcava o milésimo gol. Perto do maior estádio do mundo vinha à luz, no mesmo momento, minha irmã Catia. Meus pais contam que os médicos interromperam o parto para ouvir a narração do gol do Rei do Futebol. 

Efemérides são sempre assim, boas para encher almanaques, recheadas de lendas divertidas e verdades questionáveis.

Daqui a pouco, 20 de julho, teremos o cinquentenário da conquista da Lua. Eram tempos polarizados, Guerra do Vietnã e Guerra Fria, EUA de Richard Nixon x URSS de Leonid Brejnev, capitalismo x comunismo. 

"Este é um pequeno passo para um homem, mas um grande passo para a Humanidade", filosofou o americano Neil Armstrong, o primeiro a pisar o solo sagrado lunar. Fico imaginando se fosse hoje. Na Era do Brutalismo, o que diria um astronauta amigo de Donald Trump?

Também em 1969 tivemos Vera Fischer escolhida Miss Brasil no Maracanãzinho. Para chegar lá, ela havia vencido outros dois concursos: Miss Blumenau e Miss Santa Catarina. O resto é história. A catarinense ainda brilha na televisão e enche nossas retinas com sua beleza.

Mas a comemoração que mais me diverte, em 2019, é a da amiga Marluci Martins. Jornalista, ela completa esta semana o milésimo plantão profissional. São 30 anos de carreira e mil fins de semana entocada nas redações da vida. Merece festa, com muito samba.

Todos os anos somos tomados por datas memoráveis (outras nem tanto). Algumas ajudam a impulsionar o comércio e angariar uns trocados. A Nasa, por exemplo, deve vender réplicas da Apollo 11, fotos históricas dos três astronautas da missão, bonés, livros... Como escreveu Caetano Veloso, para os americanos dinheiro é dinheiro.

Penso em minha data inesquecível. Certamente tem a ver com 30 de junho. Neste dia, em 1793, aconteceu a inauguração do Teatro Nacional de São Carlos em Lisboa; em 1953, saía da linha de montagem, em Michigan, o primeiro Chevrolet Corvette; e em 1985 os 39 americanos do voo TWA 847 foram libertados em Beirute, depois de 17 dias de sequestro. Obrigado, Mister Google. 

Mais perto, no dia 30 de junho de 1988, nascia Marina. Minha única filha. A minha efeméride mais bonita.

*

Clássico é clássico e vice-versa

Sem querer, levantei uma discussão entre amigos: por que Brasil x Argentina é o maior clássico do futebol mundial? De onde tiraram essa certeza? Não poderia ser Itália x Alemanha, Argentina x Inglaterra ou Brasil x Itália? 

Cíntia, minha amada namorada, tem origem nos bálticos e afirma: "O maior clássico é Letônia x Estônia." Falou e disse.

*

Gratidão

Mais uma do mestre israelense Amós Oz: "Sou grato por falarem comigo e por prestarem atenção em mim. Nem uma coisa nem outra são óbvias por si mesmas."

Deixe seu comentário:

publicidade