publicidade

Navegue por
Clóvis

Política

Extinção da URB se transforma em batalha política e jurídica

Compartilhe

Por Clóvis Reis
17/03/2019 - 14h10 - Atualizada em: 17/03/2019 - 14h10
companhia-urbanizadora-blumenau-urb
Foto: Patrick Rodrigues, BD, 8/3/2019

A extinção da Companhia Urbanizadora de Blumenau (URB) se transformou em uma batalha política e jurídica, com impactos econômicos e sociais decorrentes da demissão de 642 trabalhadores sem prévia comunicação à categoria. Uma audiência extrajudicial convocada pelo Ministério Público do Trabalho para a próxima segunda-feira tenta suspender as dispensas e reintegrar os empregados até que ocorra uma negociação coletiva com o sindicato.

A representação sindical está confiante na possibilidade de reverter as demissões. Adversários do governo acompanham com atenção os desdobramentos da crise e prometem denunciar a falta de manutenção urbana e o remanejamento de comissionados para outros órgãos da administração direta.

Transparência

O site da Câmara de Blumenau agora informa como votou cada vereador na apreciação dos projetos em pauta. A mudança atende pedido do vereador Professor Gilson (PSD).

Ausência notada

O PT não se convenceu com a justificativa do vereador Adriano Pereira (PT) para a ausência na sessão de quinta-feira que aprovou o Dia do Orgulho LGBT e a Parada da Diversidade Sexual. O projeto é de autoria do suplente Lenilso Silva (PT). Pereira alegou compromisso na Sociedade Amigos da Biblioteca Municipal.

A voz do Vale

A Assembleia Legislativa instala na próxima terça-feira a Frente Parlamentar do Vale do Itajaí, proposta por Ricardo Alba (PSL) com apoio de todos os deputados da região. As discussões contemplam temas relacionados a 54 municípios, agrupados em quatro microrregiões: Blumenau, Itajaí, Ituporanga e Rio do Sul.

Deixe seu comentário:

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação