nsc
    nsc

    Política

    Jorge Cenci deixa o PSB e abre um novo caminho no desenho eleitoral para disputa de 2020

    Compartilhe

    Clóvis
    Por Clóvis Reis
    22/06/2019 - 07h05 - Atualizada em: 22/06/2019 - 07h03
    jorge-cenci-eleicoes-2020-blumenau
    Foto: Arquivo Pessoal

    O empresário Jorge Cenci anunciou desfiliação do PSB. Ele classificou a decisão como o “primeiro passo” de um projeto cujo fim especulado seria uma candidatura a prefeito no ano que vem. Diferentes segmentos do setor produtivo anseiam por uma chapa fora do “mainstream político” e enxergam em Cenci uma alternativa eleitoralmente viável e com capacidade técnica para a criação de novas perspectivas para Blumenau.

    Empresário de sucesso na área de tecnologia, ele tem experiência na administração pública e disputou uma vaga para a Câmara Federal em 2018. Fez quase 20 mil votos, resultado que causou surpresa no contexto da última campanha. No momento, Cenci é o presidente do Conselho Curador do Hospital Santo Antônio.

    Confirmando-se o interesse na disputa pela prefeitura, o principal obstáculo será a barreira das tradicionais alianças partidárias, cuja dinâmica interna dificulta o surgimento de lideranças. Ainda que circunscrita ao campo das possibilidades, uma iniciativa dessa natureza tem potencial para a inclusão de novos temas na pauta da próxima eleição, o que por si só representa uma contribuição para o futuro do município.

    Conversas

    João Natel, ex-reitor da Furb, se movimenta nos bastidores, articulando alternativa partidária para a disputa da prefeitura no ano que vem. As conversas passariam pelo PL (antigo PR) e o Podemos. Na eleição passada, o professor ensaiou uma candidatura, mas depois desistiu para concluir o mandato na universidade.

    Exposição

    A Câmara de Blumenau tem atualmente um único bloco parlamentar, formado por PSDB e DEM. Recentemente, o SD deixou a representação. Todos os demais partidos formam bancadas individuais. A estratégia garante mais tempo na tribuna.

    Diligência

    O conselheiro Luiz Eduardo Cherem acatou as recomendações da área técnica do Tribunal de Contas e determinou a realização de diligência nos contratos de limpeza que a prefeitura firmou com uma empreiteira quando extinguiu a Companhia Urbanizadora de Blumenau (URB). O município tem cinco dias para apresentar as justificativas de preços nos processos de dispensa de licitação. A contratação ocorreu de forma emergencial.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas