publicidade

Navegue por
Clóvis

Governo

Prolongamento da Via Expressa está entre demandas herdadas pelo novo governo do Estado

Compartilhe

Por Clóvis Reis
12/01/2019 - 08h00 - Atualizada em: 12/01/2019 - 08h00
Obra de prolongamento da Via Expressa, a nova SC-108. A obra está parada há mais de um ano e fazia parte de uma lista que o governo anterior pretendia entregar
Marco Favero, BD, 19/09/2018

Por Redação Santa

O início do ano será marcado pelo desafio do novo governo do Estado de dar andamento a prioridades locais de Blumenau que ficaram em aberto até o fim do ano passado. Uma delas é a obra de prolongamento da Via Expressa, a nova SC-108. A obra está parada há mais de um ano e fazia parte de uma lista que o governo anterior pretendia entregar “desembrulhada” ao final do mandato. No entanto, a obra começou o ano do mesmo jeito que terminou.

A retomada dos trabalhos ainda depende da contratação de empresa de fiscalização. A licitação para o serviço foi lançada em outubro, um dos três participantes pediu a suspensão de uma das empresas. Nesta semana, a Secretaria de Infraestrutura informou que o recurso da empresa continua em análise. Sem essa definição, a obra segue sem previsão de retomada.

Outra demanda do antigo governo é a construção da segunda parte do Complexo Penitenciário de Blumenau, que envolveria um novo presídio. A gestão anterior dizia ter o projeto pronto e cogitou iniciar a obra ainda no ano passado, o que não aconteceu. A assessoria da Secretaria de Justiça e Cidadania informou que a ampliação da Penitenciária de Blumenau e a construção do novo presídio continuam nos planos.

Em nota enviada à coluna, o secretário Leandro Lima ressalta que “as demandas das unidades são necessárias e serão viabilizadas após vencidas as etapas burocráticas exigidas por lei”. Esta semana foram instaladas mais 64 câmeras para monitoramento e identificação de suspeitos de arremessarem produtos ilícitos no atual presídio, na Rua General Osório.

***

Infraestrutura

Deputado estadual eleito com a maior votação em SC, Ricardo Alba (PSL) pretende assumir o papel de defender essas demandas. Ele lembra que o governador Carlos Moisés (PSL) elencou a infraestrutura como prioridade no discurso de posse e que a conclusão da Via Expressa é importante à cidade. Sobre o presídio, diz que não vê como primordial, mas que deveria ser discutido.

Alba elogia o início do governo por ações como enxugamento da máquina e equilíbrio das contas. Sobre o início da Alesc, Alba assegura que não tem pretensão de ocupar a mesa diretora da Assembleia, que vai ser eleita na posse dos deputados estaduais, no início de fevereiro.

O deputado do PSL também afirma que o posto de líder de governo já teria sido destinado a Onir Mocellin (PSL), de Itajaí, mas que pretende ter uma atuação para auxiliar na governabilidade da gestão Moisés.

***

Turismo na pauta

Nessas duas primeiras semanas de governo, Alba esteve reunido com o secretário da Casa Civil, Douglas Borba, e com o secretário de Desenvolvimento Econômico Sustentável e Turismo, Lucas Esmeraldino. No caso do último, participou de um encontro junto com o presidente do Parque Vila Germânica e secretário de Turismo de Blumenau, Ricardo Stodieck. Discutiram sobre a importância da divulgação de atrações da região durante todo o ano. Na próxima semana, nova reunião entre Alba e Esmeraldino deve levar ao governo a discussão de ações de turismo de Balneário Camboriú.

***

OAB Blumenau

Sob o comando da presidente Maria Teresinha Erbs, a nova diretoria da OAB Blumenau reuniu-se pela primeira vez na última quarta-feira. Eleita em novembro de 2018, a nova diretoria tomará posse em cerimônia marcada para o próximo dia 21, às 19h, na sede da entidade.

***

Mudança de jornada

Por decreto publicado na sexta-feira no Diário Oficial dos Municípios, o prefeito de Ilhota, Erico de Oliveira (MDB), alterou a jornada de trabalho de funcionários das estruturas administrativas do serviço público municipal. Desde setembro, o tempo de trabalho diário dos servidores havia sido diminuído para seis horas, para o chamado "horário de verão". Agora, volta a ser de oito horas diárias. O novo decreto é válido a partir de segunda-feira.

Deixe seu comentário:

Clóvis Reis

Clóvis Reis

Clóvis Reis

Análise, opinião e os bastidores da política do Vale do Itajaí. Clóvis Reis traz o que é destaque nas câmaras de vereadores e prefeituras da região, com destaque para Blumenau.

publicidade

publicidade

Mais colunistas

publicidade

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação