A Controladoria-Geral do Estado (CGE-SC) assinou um acordo de cooperação técnica com o Consórcio Intermunicipal dos Municípios da Foz do Itajaí-Açu (CIM-AMFRI) para fortalecer as áreas de controle interno das 11 prefeituras da região. O reforço foi um pedido do Banco Mundial, que avalia um financiamento de US$ 96 milhões para projetos de mobilidade – é o primeiro empréstimo do Banco Mundial a um consórcio intermunicipal no país.

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Santa Catarina pelo WhatsApp

O dinheiro será aplicado em propostas ousadas, como a construção de um túnel submerso entre Itajaí e Navegantes, e a implantação de sistema de transporte coletivo intermunicipal com ônibus elétricos. O financiamento prevê US$ 30 milhões de contrapartida, a serem pagos pelos municípios em 25 anos, e também investimentos da iniciativa privada que somam mais de R$ 200 milhões.

Porto privado fará investimento bilionário para receber supernavios em SC

As 11 cidades que terão reforço na Controladoria são Itajaí, Balneário Camboriú, Navegantes, Camboriú, Itapema, Penha, Balneário Piçarras, Ilhota, Luiz Alves, Porto Belo e Bombinhas, integrantes do consórcio.

Túnel submerso bilionário entre Itajaí e Navegantes vai a licitação

Dois auditores da CGE foram destacados para o trabalho: Marisa Zikan da Silva e Frederico da Luz. Nesta semana, eles estão se reunindo e visitando os municípios para levantar informações em conjunto com o consultor contratado pelo Banco Mundial, Wesley Matheus. Na sequência, será elaborado um plano de ação para promover o fortalecimento das centrais de controle interno.

Continua depois da publicidade

Destaques do NSC Total