nsc
    nsc

    Impasse

    Caminhoneiros fecham a entrada do Porto de Itajaí em protesto

    Compartilhe

    Dagmara
    Por Dagmara Spautz
    12/02/2020 - 18h24 - Atualizada em: 12/02/2020 - 18h25
    Protesto em frente ao Porto de Itajaí (foto: Luiz Carlos Souza)
    Protesto em frente ao Porto de Itajaí (foto: Luiz Carlos Souza)

    Transportadores autônomos fecharam, nesta quarta-feira (12) à tarde, a entrada do Porto de Itajaí para caminhões. A mobilização foi feita em protesto contra a demora no processo de entrada e liberação de contêineres. Segundo transportadores ouvidos pela coluna, a espera chega a seis horas - o que traz prejuízo aos motoristas, que recebem por frete.

    O movimento não foi organizado por sindicatos ou associações de classe - é encabeçado por caminhoneiros que reclamam da morosidade das operações da APM Terminals (arrendatária do Porto de Itajaí). O problema teria agravado porque o terminal teve baixa nas empilhadeiras, que organizam os contêineres. Em nota, a empresa informou que vai alugar novas máquinas e elaborar um plano de ação para reduzir o tempo de espera.

    Fila de caminhões junto ao porto
    Fila de caminhões junto ao porto
    (Foto: )

    A entrada de caminhões ficou totalmente paralisada durante cerca de uma hora e meia, o que causou transtornos no trânsito ao redor do porto. No fim da tarde, a entrada e saída dos contêineres foi liberada, e representantes do movimento reuniram-se com representantes da APM Terminals, para buscar uma solução para o impasse.

    Motoristas continuam em frente ao porto, com faixas e cartazes de protesto.

    Leia nota da APM Terminals:

    "Informamos que devido a alta movimentação no Terrminal (externa e de navios), aliada a falta de três equipamentos de operação, o tempo de espera de motoristas dentro do pátio está maior do que o previsto. Como consequência, o tempo e o tamanho na fila para acesso ao Terminal também é impactado. A APM Terminals reforça que está tomando medidas como locação de máquinas e realizando planos de ação para buscar agilizar a operação, sem comprometer a segurança de todos.

    De toda forma, pedimos sinceras desculpas a todos pelos trantornos. Temos buscado atuar sempre com foco em nossos clientes e comunidade para juntos garantirmos o crescimento do Porto de Itajaí e o desenvolvimento econômico de toda a região.

    Reiteramos nossos agradecimentos a Codetran pelo apoio que nos é dado na busca pela segurança".

    Participe do meu canal do Telegram e receba tudo o que sai aqui no blog. É só procurar por Dagmara Spautz - NSC Total ou acessar o link: https://t.me/dagmaraspautz​

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas