nsc
nsc

Nota técnica

Escola particular não pode reter histórico escolar de aluno inadimplente, alerta Procon

Compartilhe

Dagmara
Por Dagmara Spautz
10/02/2020 - 19h49

O Procon de Santa Catarina emitiu uma nota técnica nesta segunda-feira (27), em que orienta os Procons municipais do Estado que é prática abusiva das escolas reter o histórico escolar dos alunos que estão inadimplentes. O documento prevê a fiscalização dos colégios particulares e orientação aos consumidores.

Em caso de irregularidade comprovada, a multa varia de R$ 6 mil a R$ 6 milhões.

— Fornecer o histórico escolar não é uma opção da escola, é um direito garantido pela Constituição e no Estatuto da Criança e do Adolescente. A escola que se recusar a entregar o documento deverá ser punida — alerta o diretor do Procon SC, Tiago Silva.

A Lei 9870/99 afirma que é proibida a suspensão de entrega de documentos como histórico escolar ou certificado por não pagamento das taxas escolares, assim como a proibir de realização de provas.

Estabelecimentos de ensino fundamental, médio e superior também têm a obrigação de expedir, a qualquer tempo, os documentos de transferência de seus alunos - independentemente da regularidade de pagamentos ou da adoção de procedimentos legais de cobranças judiciais.  

Deixe seu comentário:

Dagmara Spautz

Colunista

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

siga Dagmara Spautz

Últimas do colunista

Loading interface...
Dagmara Spautz

Colunista

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

siga Dagmara Spautz

Mais colunistas

    Mais colunistas