nsc
    nsc

    Violência

    Mãe é suspeita de esfaquear a filha de 13 anos em Balneário Camboriú

    Compartilhe

    Dagmara
    Por Dagmara Spautz
    06/09/2019 - 18h55 - Atualizada em: 06/09/2019 - 19h34
    Faca usada no crime (foto: Divulgação Polícia Civil)
    Faca usada no crime (foto: Divulgação Polícia Civil)

    Uma mulher foi presa pela Guarda Municipal, em Balneário Camboriú, suspeita de ter esfaqueado a filha de 13 anos. O crime ocorreu na quinta-feira (5), na Avenida Atlântica. A mãe permanece detida, e a menina está internada em estado grave. Ela teria fugido de casa 10 dias antes, em Bombinhas.

    De acordo com a Polícia Civil, a garota foi atingida no peito e precisou passar por uma cirurgia no Hospital Ruth Cardoso. A mulher feriu a filha com uma faca que teria encontrado em um quiosque, na beira da praia, após descobrir que ela estaria vivendo com um vendedor ambulante – um homem de 32 anos.

    Segundo o delegado Ícaro Malveira, responsável pelo caso, mãe e filha são de Foz do Iguaçu (PR) e estavam em Balneário Camboriú há dois meses. Elas conheceram o ambulante na praia, e teriam vivido com ele por um período, antes de se mudarem para Bombinhas.

    Na quinta-feira, a mãe descobriu que a garota estaria com o homem, e seguiu para Balneário Camboriú em busca da filha. Os três se envolveram em uma discussão, que resultou no crime.

    Polícia analisa imagens

    Aos guardas, a mãe disse que teria tentado esfaquear o homem, mas a filha entrou em sua frente para protegê-lo. Ao delegado, no entanto, afirmou que não tentou acertar nenhum dos dois, e que atingiu a filha por acidente.

    — Precisamos analisar as imagens para entender a dinâmica — diz o delegado.

    Homem é suspeito de estupro

    A mulher teve a prisão em flagrante confirmada pela Polícia Civil, por tentativa de homicídio qualificado.

    O vendedor ambulante que estava com a adolescente é alvo de um inquérito por estupro de vulnerável - ele admitiu que vinha mantendo relações com a menina, mas, como não houve flagrante, não foi preso.

    As investigações seguem. A polícia está coletando imagens de câmeras de segurança próximas, ouvindo testemunhas e aguarda o resultado de perícias.

    Ainda não é assinante? Assine e tenha acesso ilimitado ao NSC Total, leia as edições digitais dos jornais e aproveite os descontos do Clube NSC.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas