publicidade

Navegue por
Dagmara

TSE

Pedido de vistas de Fachin adia votação de processo do PT contra Bolsonaro e Hang

Compartilhe

Por Dagmara Spautz
04/12/2018 - 23h37 - Atualizada em: 05/12/2018 - 16h00
bolsonaro
(Foto: )

O julgamento do processo que pede a inelegibilidade do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL), e envolve o empresário catarinense Luciano Hang, teve pedido de vistas durante o julgamento no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), nesta terça-feira. O pedido foi do ministro Edson Fachin.

A ação foi apresentada pela coligação O Povo Feliz de Novo (PT, PCdoB e PROS), e alega abuso de poder econômico com base na publicação de vídeos produzidos por Hang _ o que, para a coligação, teria favorecido a campanha de Bolsonaro. O foco da ação foi um vídeo, publicado pouco antes do primeiro turno, em que o empresário catarinense fala aos funcionários - o mesmo vídeo é alvo de uma ação movida pelo Ministério Público do Trabalho (MPT).

No momento em que a votação do TSE foi interrompida pelo pedido de vistas, quatro ministros - Admar Gonzaga, Tarcísio de Carvalho Neto, Luís Roberto Barroso e Og Fernandes - haviam seguido o voto do relator, ministro Jorge Mussi, contrário ao pedido da coligação do PT. 

Mussi questionou as provas obtidas pela coligação, e argumentou que as afirmações de  Luciano Hang no vídeo em questão "não constituem ato de coação, mas de desabafo pessoal".

Além disso, considera o número de pessoas que poderiam ter sido influenciadas pelas afirmações do empresário  pequeno, em relação ao  universo de eleitores. Os votos dos ministros do TSE podem ser alteradas até o fim do julgamento. 

Deixe seu comentário:

Dagmara Spautz

Dagmara Spautz

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

publicidade

publicidade

Mais colunistas

publicidade

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação