nsc
    nsc

    Cruzeiros

    Penha prepara píer para receber transatlânticos na Praia da Armação

    Compartilhe

    Dagmara
    Por Dagmara Spautz
    06/10/2019 - 10h41
    Navio de cruzeiro (foto: Paulo Silvio Pereira, Arquivo Pessoal)
    Navio de cruzeiro (foto: Paulo Silvio Pereira, Arquivo Pessoal)

    A prefeitura de Penha lançou edital de licitação para reforma do píer da Praia da Armação. A estrutura, que está interditada, será reaberta com nova função: além de atender às embarcações de pesca, também passará a ser receptivo para os turistas que chegarem à cidade a bordo dos transatlânticos.

    Uma equipe da companhia de cruzeiros MSC fará no dia 22 de outubro uma visita técnica à cidade, em que está prevista a avaliação do tempo que vai levar o trajeto entre o ponto do fundeio dos navios, em frente à orla da Armação, e o trapiche. A cronometragem e as condições de navegação são pontos importantes na definição de novas escalas: foi o que impediu, até agora, a entrada de Florianópolis no mercado do turismo de transatlânticos.

    A companhia prevê uma escala-teste em Penha ainda neste verão. Segundo o prefeito Aquiles da Costa (MDB), a manobra ocorrerá assim que a reforma no píer estiver concluída.

    Três meses de obras

    As obras da reforma do píer levaram em conta recomendações da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) e da Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos (Clia-Abremar), para que atendam à segurança e ao conforto dos passageiros. A abertura das propostas está marcada para o dia 17 deste mês, com valor máximo de R$ 566 mil. Toda a estrutura do píer atual será aproveitada – a reforma vai se concentrar no que está acima da água, o que barateia o projeto. O prazo para conclusão das obras é de 90 dias.

    Navegabilidade

    Paralelo à reforma do píer, a prefeitura já entregou à Delegacia da Capitania dos Portos em Itajaí o pedido de autorização para o ponto de fundeio, o que permitirá a manobra-teste. As cartas náuticas da região indicam que a Armação do Itapocoroy é um porto natural.

    Beto Carrero

    A entrada de Penha no mercado de cruzeiros é cobiçada pelas operadoras, já que a cidade tem como chamariz o Beto Carrero World – local para onde vão muitos dos passageiros que desembarcam nas escalas em Balneário Camboriú, por exemplo. Mas a prefeitura aposta na procura também por outros atrativos, como as praias e a gastronomia, para movimentar o setor.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas