nsc
    nsc

    Operação

    Polícia encontrou R$ 18 mil em bolso de paletó do secretário da Fazenda de Itajaí

    Compartilhe

    Dagmara
    Por Dagmara Spautz
    19/02/2021 - 16h05
    Polícia encontrou dinheiro no bolso do paletó do secretário - imagem ilustrativa
    Polícia encontrou dinheiro no bolso do paletó do secretário - imagem ilustrativa (Foto: Reprodução NSC Total)

    A ação eleitoral movida pelo Ministério Público contra a chapa do prefeito de Itajaí, Volnei Morastoni (MDB), por suspeita de caixa 2 na campanha do ano passado, trouxe à tona detalhes sobre os mandados de busca e apreensão que foram cumpridos em dezembro, e que integraram as investigações. A Polícia Federal encontrou na casa do secretário da Fazenda de Itajaí, Érico Laurentino, pouco mais de R$ 18 mil em dinheiro, no bolso de um paletó.

    > MP pede cassação da chapa de Volnei Morastoni e novas eleições em Itajaí

    De acordo com o relatório de busca e apreensão, o casaco estava guardado dentro do closet. Junto do dinheiro havia um bilhete, em que estava escrito “6 mil do 13º salário para os presentes”.

    > MP eleitoral pede cassação de Volnei Morastoni por suposto abuso de poder político

    Apreensão consta no relatório da Polícia Federal
    Apreensão consta no relatório da Polícia Federal
    (Foto: )

    O montante foi apreendido pela PF, mas não integra o conjunto de provas apresentadas à Justiça eleitoral. Fontes ouvidas pela coluna indicaram que isso ocorre porque a ação de investigação judicial eleitoral tem caráter específico, por isso o Ministério Público prioriza o que considera ter relação mais direta com os fatos apurados.

    > PF e Gaeco cumprem mandados de busca na prefeitura de Itajaí em investigação eleitoral

    Como a apreensão foi mantida, não está descartada a possibilidade de que o dinheiro do paletó integre desdobramentos da investigação em outros procedimentos do Ministério Público.

    > Saúde: Chapecó reforçou 'tratamento precoce' um mês antes do colapso na Saúde

    A advogada Silvia Wanderlinde, que representa Erico Laurentino, disse que não há nenhuma irregularidade com o dinheiro descoberto. Segundo ela, o montante continha parte do 13º do secretário e de rendimentos da empresa do secretário, e seria usado para presentear familiares no Natal – o que explicaria o bilhete encontrado junto das notas. 

    Ela afirmou que o secretário se colocou à disposição do Ministério Público para esclarecimentos que fossem necessários. A defesa aguarda a conclusão das investigações. A advogada acredita que o caso será esclarecido e o montante, devolvido.

    Participe do meu canal do Telegram e receba tudo o que sai aqui no blog. É só procurar por Dagmara Spautz - NSC Total ou acessar o link: https://t.me/dagmaraspautz​

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas