Maior produtora nacional de maçã, Santa Catarina espera por uma safra com frutas saborosas e de excelente qualidade. Apesar das condições climáticas ocasionadas pelo El Niño, a previsão é de aumento para o abastecimento do mercado interno e volume semelhante ao exportado no ano passado.

Continua depois da publicidade

Siga as notícias do NSC Total pelo Google Notícias

Nesta semana, o presidente da Associação Brasileira de Produtores de Maçãs (ABPM), Francisco Schio, e o diretor executivo da entidade, Moisés de Albuquerque, apresentaram perspectivas deste ano ao Ministro da Agricultura e Pecuária, Carlos Fávaro. Ao lado de deputados e senadores catarinenses, eles reforçaram o papel do segmento — que detém 49% da produção nacional concentrada nas regiões de São Joaquim e Fraiburgo.

– A expectativa é de que este ciclo seja uma oportunidade de fortalecer parcerias, trocar conhecimentos e reafirmar o compromisso com o progresso sustentável do setor agrícola brasileiro – disse Schio, que aproveitou o encontro para entregar em mãos ao ministro o convite para a abertura oficial da Safra da Maçã Ciclo 2023/2024.

Carlos Fávaro disse que pretende vir a SC para o evento, que está marcado para ocorrer no dia 24 de fevereiro, no Parque Nacional da Maçã, em São Joaquim.

Continua depois da publicidade

Leia mais:

Deputada de SC é criticada por usar dinheiro de processo em procedimento estético

Posse concorrida de Fernando Comin leva política e Judiciário de SC a Brasília

Bruno Souza deixa o Novo com um “pé” no PL

Destaques do NSC Total