nsc
nsc

Infraestrutura

Protestos fecham duas rodovias estaduais que têm obras inacabadas em Itajaí

Compartilhe

Dagmara
Por Dagmara Spautz
14/02/2020 - 15h55 - Atualizada em: 14/02/2020 - 16h01
Protesto fechou a Rodovia Antônio Heil, que liga Itajaí a Brusque (foto: Luiz Carlos Souza)
Protesto fechou a Rodovia Antônio Heil, que liga Itajaí a Brusque (foto: Luiz Carlos Souza)

Protestos fecharam temporariamente, na manhã desta sexta-feira, a Rodovia Jorge Lacerda e a Rodovia Antônio Heil, em Itajaí. As duas vias têm problemas em obras tocadas pelo Governo do Estado. Os bloqueios duraram poucos minutos - o suficiente para impactar o trânsito nas duas vias.

As manifestações foram organizadas por empresários, moradores, comerciantes e representantes do Legislativo. A Rodovia Jorge Lacerda teve as obras abandonadas pela empresa contratada para executar o serviço. O motivo seria um impasse com aditivos financeiros.

Os manifestantes pedem a conclusão dos trabalhos, e alegam que a situação da estrada tem causado prejuízo ao comércio local. Há pelo menos 40 empresas no trecho onde as obras não foram concluídas.

Já na Rodovia Antônio Heil, que liga Itajaí a Brusque, o problema está, principalmente, na falta de passarelas para que os moradores dos dois lados da pista atravessem com segurança. A Justiça determinou, em maio do ano passado, que as passarelas fossem construídas em seis meses. Por enquanto, apenas uma delas está em obras.

Além disso, há relato de rachaduras na pista e buracos na duplicação. Os manifestantes também querem resposta do Estado sobre as alças de acesso, no trevo com a BR-101. O Estado havia se comprometido a fazer a obra, que aliviaria o trânsito atravancado na região.

Em nota, a Secretaria de Estado da Infraestrutura e Mobilidade (SIE) informou, em nota, que as obras de duplicação da Rodovia Antônio Heil seguem em andamento - uma das passarelas está em fase de finalizaçã, a segunda passa pela montagem da viga principal, e a terceira não será instalada a pedido da comunidade.

Sobre a Rodovia Jorge Lacerda, informa que notificou novamente a empresa responsável pelos trabalhos na terça-feira (11), com prazo de cinco dias úteis para reposta. "Após este prazo a secretaria fará uma análise sobre a rescisão do contrato com base nas alegações da empresa. Caso o contrato seja rescindido, será chamada a segunda colocada da licitação para assumir a obra", afirma o comunicado.

Veja as notas na íntegra

Rodovia Jorge Lacerda - A Secretaria de Estado da Infraestrutura e Mobilidade informa que a obra de duplicação da rodovia SC-412, em Gaspar, estava em ritmo lento por parte da empresa durante o ano de 2019, mas a SIE, entendendo que o lançamento de uma nova licitação seria mais danoso ao processo de conclusão da obra, buscou todos os esforços para que a empresa continuasse com os trabalhos, enviando, inclusive, um pedido de prorrogação. Após cobranças por parte da Secretaria para finalização da obra, a empresa solicitou, em janeiro de 2020, a rescisão do contrato.

A Secretaria esclarece que a empresa estava recebendo normalmente pela execução dos trabalhos e entende que o pedido de rescisão prejudica não só o andamento da obra e o prazo, mas também todos os cidadãos que utilizam a via diariamente. A SIE notificou novamente a empresa nesta terça-feira, 11. A partir de agora a empresa tem cinco dias úteis para apresentar suas justificativas. Após este prazo a secretaria fará uma análise sobre a rescisão do contrato com base nas alegações da empresa. Caso o contrato seja rescindido, será chamada a segunda colocada da licitação para assumir a obra.

Rodovia Antônio Heil - A Secretaria de Estado da Infraestrutura e Mobilidade (SIE) esclarece que as obras de duplicação da SC-486, rodovia Antônio Heil, em Itajaí, seguem em andamento. A passarela do km 3+858 está sendo finalizada faltando apenas alguns acabamentos e instalação do gradio, na passarela do km 5+300 as ferragens da viga principal já estão sendo montadas, já a terceira passarela, no km 11, não será executada por conta de um pedido da comunidade.

As intersecções do km 20 e km 14 já estão em fase de finalização e devem ser concluídas na próxima semana. Sobre os adensamentos a SIE explica que serão corrigidos até o final do contrato.

A manutenção e limpeza da rodovia é de responsabilidade da empresa executora e a SIE já solicitou que os serviços sejam executados.

Em relação aos tachões, alguns já foram retirados conforme pedido dos moradores da região. A Secretaria informa que a retirada de todos os tachões não será realizada pois irá prejudicar a segurança de quem trafega pelas ciclovias.

As intersecções do km 20 e km 14 já estão em fase de finalização e devem ser concluídas na próxima semana. Sobre os adensamentos a SIE explica que serão corrigidos até o final do contrato.

A manutenção e limpeza da rodovia é de responsabilidade da empresa executora e a SIE já solicitou que os serviços sejam executados.

Em relação aos tachões, alguns já foram retirados conforme pedido dos moradores da região. A Secretaria informa que a retirada de todos os tachões não será realizada pois irá prejudicar a segurança de quem trafega pelas ciclovias.

Participe do meu canal do Telegram e receba tudo o que sai aqui no blog. É só procurar por Dagmara Spautz - NSC Total ou acessar o link: https://t.me/dagmaraspautz​

Deixe seu comentário:

Dagmara Spautz

Colunista

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

siga Dagmara Spautz

Últimas do colunista

Loading interface...
Dagmara Spautz

Colunista

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

siga Dagmara Spautz

Mais colunistas

    Mais colunistas