Florianópolis
Dagmara

Polêmica

Vereador quer que cargos de confiança passem por teste de drogas em Balneário Camboriú

Compartilhe
Por Dagmara Spautz
13/02/2018 - 19h02

Maconha
Maconha
(Foto: )

Um projeto de lei que chegou à Câmara de Vereadores de Balneário Camboriú propõe que todos os servidores que ocupam cargos públicos de confiança passem por exame toxicológico, que indica se são usuários de drogas. A proposta é do vereador Nilson Probst (PMDB) e vale para comissionados da prefeitura, do Legislativo e das autarquias municipais.

O vereador diz que não se trata de controlar a interferência das drogas no rendimento dos comissionados. “Drogas são proibidas e eu sou contra”, afirmou Probst, que é policial civil aposentado.

Os comissionados de Balneário Camboriú já precisam apresentar documentos como certidões de antecedentes criminais. De acordo com o projeto, o resultado do exame tem que ser entregue junto com o restante da documentação, antes de tomar posse. Os comissionados que já estão em atividade teriam 60 dias de prazo para passar pelos testes.

A proposta entrou na Câmara na véspera do feriado de Carnaval, ainda terá que tramitar pelas comissões do Legislativo e já promete dar o que falar. Há um entendimento, corroborado em diversos casos pela Justiça, de que submeter-se a teste toxicológico não pode ser impositivo _ exceto em profissões de risco. O vereador discorda desse posicionamento.

Deixe seu comentário:

Dagmara Spautz

Dagmara

Spautz

Dagmara Spautz

O que acontece de mais relevante em boa parte do litoral catarinense, especialmente Itajaí e Balneário Camboriú. Fontes exclusivas e informações de credibilidade nas áreas de política, economia, cotidiano e segurança.

publicidade

Mais colunistas

publicidade
publicidade
Florianópolis
© 2017 NSC Comunicação
Florianópolis
© 2017 NSC Comunicação