Florianópolis

publicidade

Diogo

Perigo

Polícias investigam disputas de rachas pelo Estado

Compartilhe

Por Diogo Vargas
14/09/2018 - 15h37 - Atualizada em: 14/09/2018 - 15h38
rachas em investigação em São Miguel do Oeste
Em São Miguel do Oeste, polícias Civil e Rodoviária Federal anunciaram apuração (Foto: Divulgação PC)

Em São Miguel do Oeste, as polícias Civil e Rodoviária Federal anunciaram que investigam motoristas que disputam rachas no município.

As corridas ilegais são praticadas na Avenida Willy Barth, a BR-163, urbanizada e conhecida como avenida do comércio.

Acidentes contra postes

Segundo as polícias, houve sete colisões contra postes de energia elétrica nos últimos meses. Em seis dos casos ficou constatada a ingestão de álcool ou excesso de velocidade, na cidade do Extremo-Oeste.

Pelo Estado, a polícia está atenta em outras cidades como em São José, na Grande Florianópolis, nas madrugadas.

Em Itapema, litoral Norte, dois carros de luxo foram flagrados em julho disputando racha na Avenida Nereu Ramos.

Multa pesada

A multa de trânsito é considerada gravíssima e o valor é de R$ 2.934,70 caso o condutor seja flagrado participando de corrida em via pública.

Na esfera criminal, o artigo 308 do Código de Trânsito prevê a disputa de rachas em via pública como crime. A pena vai de 6 meses a 3 anos de detenção, além de multa e suspensão da habilitação.

Leia mais notícias e análises de Diogo Vargas

Deixe seu comentário:

publicidade

Florianópolis
© 2018 NSC Comunicação
Florianópolis
© 2018 NSC Comunicação