nsc
    nsc

    Documentando a resistência

    Documentário conta história de triatleta catarinense portadora de doença crônica

    Compartilhe

    Edsoul
    Por Edsoul
    25/05/2018 - 07h00
    Eduardo, Fernanda e Edsoul

    Em breve, você verá no Jornal do Almoço a história inspiradora da triatleta catarinense Fernanda Hayde, que vai virar documentário. A fisioterapeuta de Blumenau participa neste domingo do Ironman em Florianópolis. Ela é portadora de espondilite anquilosante, uma doença sem cura que inflama e enrijece todas as articulações.

    O esporte permite que Fernanda tenha qualidade de vida e o Ironman é o desafio que ela se propôs pra mostrar que diagnóstico não é sentença. Durante a prova de domingo, a triatleta receberá o olhar atento das câmeras de Eduardo Burgardt e de Lucas Foletto, com direção da jornalista Letícia da Silva. A equipe de produtores independentes tem ainda a participação de Taciane Nitsche.

    O documentário acompanha a rotina intensa de treinamentos, cuidados médicos, crises de dor e a força contagiante da Fernanda para superar as limitações que a doença impõe. O material será usado pela triatleta no blog, em palestras e eventos. O objetivo é evidenciar a importância do esporte, da fé, da família e da força de vontade para conquistar o que parece impossível, além de motivar pacientes de espondilite, portadores de dores crônicas e outras doenças incapacitantes a buscarem qualidade de vida.

    Leia mais publicações de Edsoul

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas