nsc
nsc

Pandemia

Eventos estão proibidos na região de Caçador mesmo com flexibilização do estado

Compartilhe

Eduarda
Por Eduarda Demeneck
04/05/2021 - 14h03
Eventos de qualquer natureza estão proibidos na região do Alto Vale do Rio do Peixe
Eventos de qualquer natureza estão proibidos na região do Alto Vale do Rio do Peixe (Foto: Amarp)

Em reunião, prefeitos de 15 munícipios da região do Alto Vale do Rio do Peixe emitiram um documento com novas deliberações para o combate a pandemia. Mesmo diante das flexibilizações autorizadas pelo estado em decreto, os prefeitos decidiram restringir algumas atividades até o dia 17 de maio de 2021.

>>Falta de doses derruba ritmo da vacinação contra a Covid-19 em SC

Entre as atividades que continuam proibidas está o funcionamento de Casas Noturnas e Casas de Espetáculos. A realização de eventos de qualquer natureza também está proibida, a exemplo de festas de aniversários, casamentos, batizados, formaturas e jantares. Congressos, palestras, seminários e reuniões também não podem acontecer. Aglomeração ou concentração de pessoas em parques, praças, balneários e espaços públicos também continuam suspensas.

Segundo a Associação dos Municípios do Alto Vale do Rio do Peixe (Amarp), as medidas foram tomadas devido à situação em que a Microregião está. No mapa de risco do Governo do Estado ela aparece em situação gravíssima e para os gestores ainda não é hora de relaxar. Segundo dados do painel de casos ativos, a microrregião tem mais de 870 pessoas com Covid-19.

Nesta terça-feira (04) cada munícipio irá editar o seu decreto municipal com as medidas elencadas em reunião. Os munícipios que fazem parte da Amarp são: Arroio Trinta, Caçador, Calmon, Fraiburgo, Ibiam, Iomerê, Lebon Régis, Macieira, Matos Costa, Pinheiro Petro, Rio das Antas, Salto Veloso, Tangará, Timbó Grande e Videira.

Leia Também:

>>Jovem com faca invade creche e mata crianças e professora no Oeste de SC

>>Quem era a professora morta em ataque a creche no Oeste de SC

>>Cenas de horror e gritos por socorro: professora relata desespero durante ataque a creche em SC

.

Eduarda Demeneck

Colunista

Eduarda Demeneck

Os principais acontecimentos de Lages e região.

siga Eduarda Demeneck

Eduarda Demeneck

Colunista

Eduarda Demeneck

Os principais acontecimentos de Lages e região.

siga Eduarda Demeneck

Mais colunistas

    Mais colunistas