publicidade

Eduarda

Em seis cidades

Operação do Gaeco de Lages prende três suspeitos de desviar dinheiro de detentos

Compartilhe

Por Eduarda Demeneck
10/05/2019 - 16h28 - Atualizada em: 10/05/2019 - 16h50

O Grupo de Atuação Especial de Combate as Organizações Criminosas (Gaeco), de Lages, prendeu três pessoas suspeitas de ficarem com o dinheiro que seria destinado aos presos, o chamado pecúlio (dinheiro que os detentos recebem do estado por trabalhar ou de familiares). 

A prisão aconteceu nesta sexta-feira (10). Dois dos presos são agentes penitenciários. Eles também são suspeitos de desviar dinheiro de uma unidade prisional.

Treze mandados de busca e apreensão foram cumpridos em Santa Catarina e Paraná, nas cidades de Videira, Fraiburgo, Curitibanos Joaçaba, Curitiba e Colombo. Os presos devem responder por peculato, corrupção passiva e ativa, associação criminosa, além de improbidade administrativa.

Em nota, a Secretaria de Justiça e Cidadania (SJC) disse que "contribuiu ativamente com a investigação realizada pela 2ª Promotoria de Justiça da Comarca de Videira e o Gaeco na apuração de supostos crimes contra a administração pública.

A Corregedoria também está acompanhando todas as etapas da operação para que seja garantido aos servidores o amplo direito à defesa e ao contraditório".

Deixe seu comentário:

publicidade