publicidade

Navegue por
Eduarda

Suspeita

Polícia Civil investiga desaparecimento de mulher em Lages

Compartilhe

Por Eduarda Demeneck
25/04/2019 - 16h37 - Atualizada em: 25/04/2019 - 17h16
Veículo bateu de frente em um caminhão na BR-116 em Capão Alto
PRF / Divulgação

Aline Santos Rosa, 34 anos, está desaparecida desde quarta-feira (17) da semana passada. A polícia trabalha com a suspeita de feminicídio. Nesta quarta, um material parecido com ossos humanos foi encontrado na fornalha de uma caldeira onde o marido dela trabalhava em um clube de Lages.

Inicialmente, a polícia não suspeitava do marido da vítima, que foi o responsável por registrar na Delegacia o boletim de ocorrência de desaparecimento de Aline, junto com a mãe dela. Mas, segundo a Polícia Civil, a suspeita é que o próprio marido, Alceu de Nazaré Machado da Rosa, 39 anos, possa ter assassinado a esposa. Ele morreu quarta-feira (24) em um acidente na BR-116, por volta das 13h. O carro em que ele estava invadiu a pista contrária e bateu de frente com um caminhão.

A Polícia trabalha com duas linhas de investigação: feminicídio e ocultação de cadáver. Um inquérito foi aberto para investigar o caso.

Nesta semana, outro caso parecido aconteceu na região. Na segunda-feira (22), outro homem suspeito de matar a esposa, com três tiros na cabeça, em Correia Pinto, na última sexta-feira (19), também morreu em um acidente envolvendo o carro que ele estava e um caminhão.

Isso aconteceu na mesma rodovia, na BR-116. A Polícia também investiga as circunstâncias desse acidente e o feminicídio.

Deixe seu comentário:

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação