nsc

publicidade

Eduarda

Improbidade

Prefeito de Bocaina do Sul é condenado à perda do cargo pela segunda vez em menos de um mês

Compartilhe

Por Eduarda Demeneck
13/09/2019 - 11h46 - Atualizada em: 13/09/2019 - 12h06
Foto: Arquivo pessoal / Divulgação

O prefeito de Bocaina do Sul, ‎Luiz Carlos Schmuler, na Serra catarinense, foi condenado pela segunda vez pela Justiça à perda do cargo por ato de improbidade administrativa. Nessa nova condenação, o prefeito é acusado de troca de favores políticos com um vereador para beneficiar um irmão do legislador, que é empresário na cidade. Segundo a denúncia, o prefeito teria desmembrado uma terra para que o irmão do vereador construísse um posto de gasolina na cidade, em troca de votos.

“Em ação civil de improbidade administrativa, o Ministério Público alegou que o vereador eleito em 2012, pela coligação de oposição ao prefeito, teria negociado voto na Câmara de Vereadores para eleger como presidente da Casa edil da situação. Em troca, haveria a liberação de desmembramento de terreno para a construção de um posto de combustíveis pelo irmão do vereador. A combinação entre os dois teria sido feita antes da posse e eleição da mesa diretora", informou a nota do Tribunal de Justiça.

O legislador, que não teve o nome divulgado, também foi condenado à perda do cargo. O prefeito de Bocaina do Sul já tinha sido condenado por improbidade administrativa em agosto. Segundo o Tribunal de Justiça, o político teria usado um servidor público para fazer serviços particulares em uma fazenda que está no nome da mulher dele.

Além de perder o cargo, ele também foi condenado à suspensão dos direitos políticos por cinco anos. A decisão cabe recurso. O prefeito disse que ainda não foi intimado, mas afirma que nas duas condenações é inocente. Ele disse que sobre o desmembramento de terra foi feito tudo dentro da lei, já que a empresa tinha toda a documentação. Já sobre a outra denúncia, informou que o funcionário foi trabalhar na fazenda dele, quando estava de férias. Ele disse que vai recorrer das decisões.

Ainda não é assinante? Assine e tenha acesso ilimitado ao NSC Total, leia as edições digitais dos jornais e aproveite os descontos do Clube NSC.

Deixe seu comentário:

publicidade