nsc
    nsc

    Saque indevido

    Prefeitura de Lages quer saber quem são os 754 servidores que pediram auxílio emergencial

    Compartilhe

    Eduarda
    Por Eduarda Demeneck
    20/10/2020 - 14h16 - Atualizada em: 20/10/2020 - 14h54
    Em SC Lages foi a cidade com maior número de servidores que sacaram o auxílio emergencial
    Em SC Lages foi a cidade com maior número de servidores que sacaram o auxílio emergencial (Foto: MSM Imagens aéreas / arquivo)

    Lages é a cidade de Santa Catarina com maior número de servidores públicos que receberam o auxílio emergencial indevidamente. Dos cinco mil servidores municipais, 754 teriam sacado o benefício. Isso é o que aponta um levantamento do Ministério Público de Contas do estado (MPC/SC) e da Controladoria-Geral da União em Santa Catarina (CGU-SC). Em nota, a assessoria informou que a prefeitura de Lages foi oficiada no dia 15 de outubro, e agora está solicitando às instituições a relação de todas as pessoas identificadas para que as providências sejam tomadas.

    ::Mais de 8 mil funcionários públicos em Santa Catarina receberam auxílio emergencial indevidamente

    “A nominata é fundamental, pois o auxílio emergencial não está vinculado à folha de pagamento do munícipio e a prefeitura não pode acessar a conta bancária particular de ninguém”, diz a nota.

    A análise feita com base no mês de maio deste ano mostra que em todo o estado 8.486 servidores públicos tiveram acesso ao benefício, previsto pela Lei 13.982/2020. Pela lei, servidores públicos são considerados empregados formais e não podem receber o auxílio emergencial, isso serve também para cargos comissionados e de função temporária. A solicitação do beneficio, nesses casos, pode configurar os crimes de falsidade ideológica e estelionato. Os gestores têm 20 dias a para informar sobre as providências adotadas para correção da situação.

    ::Cerca de R$ 11 milhões foram pagos indevidamente em auxílio emergencial para servidores em SC

    Leia mais:

    ::AO VIVO: acompanhe a votação do segundo impeachment de Moisés na Alesc

    ::‘Achei que seria morta dessa vez’, diz mulher trans atacada a facadas em Içara, no Sul de SC

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas