nsc
nsc

Investimentos

Casan informa que terá R$ 6 bi para atender marco do saneamento

Compartilhe

Estela
Por Estela Benetti
30/12/2021 - 16h47
Centro administrativo da Casan, em Florianópolis
Centro administrativo da Casan, em Florianópolis (Foto: Divulgação)

A Casan, estatal de água e saneamento de Santa Catarina, informou nesta quinta-feira que terá condições de captar os recursos necessários para cumprir as exigências do Novo Marco de Saneamento até 2033. A companhia comunicou para as agências reguladoras do Estado que tem como captar os R$ 6 bilhões necessários para investimentos na área que atende, um total de 194 municípios.

> Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

Pelo novo marco legal, 99% da população deverá ter acesso a água potável e 90%, a tratamento e coleta de esgoto até 2033. Segundo a companhia, a projeção de investimentos de R$ 6 bilhões foi feita por empresas de consultoria independentes. Uma sondagem recente da estatal junto ao mercado financeiro apurou que ela tem condições de obter até R$ 13 bilhões em financiamentos.

Ao anunciar o Planejamento Hídrico de SC no fim de novembro, o governador Carlos Moisés informou que a Casan receberá investimentos de R$ 1,7 bilhão. Os recursos serão utilizados para melhorar a oferta de água.

A presidente da companhia, Roberta Maas dos Anjos, afirma que com apoio do governo do Estado e a condição de obter recursos no mercado financeiro será possível cumprir as metas da nova legislação de saneamento.

A universalização do saneamento envolve também as gestões municipais. Alguns dos maiores municípios de SC atendidos pela Casan também assumiram compromissos de fazer investimentos. Assim, podem ter acesso a financiamentos de programas do governo federal da Fundação Nacional de Saúde (Funasa).

Após anos sem condições de investir, a Casan conseguiu ajustar as contas e, na última década, obteve recursos nacionais e internacionais para ampliar investimentos na oferta de água e tratamento de esgoto. Uma das agências financiadoras foi a Jica, do Japão. 

Estela Benetti

Colunista

Estela Benetti

Especialista na economia de Santa Catarina, traduz as decisões mais relevantes do mercado, faz análises e antecipa tendências que afetam a vida de empresários, governos e consumidores.

siga Estela Benetti

Estela Benetti

Colunista

Estela Benetti

Especialista na economia de Santa Catarina, traduz as decisões mais relevantes do mercado, faz análises e antecipa tendências que afetam a vida de empresários, governos e consumidores.

siga Estela Benetti

Mais colunistas

    Mais colunistas