nsc
nsc

Cheio de sabor

Chimarrão em harmonia

Compartilhe

Estela
Por Estela Benetti
27/12/2018 - 04h00
Foto: Arnaldo Teles/Divulgação
Foto: Arnaldo Teles/Divulgação

A diversidade de espécies florestais é um diferencial da fazenda de erva-mate da Tertúlia, agroindústria localizada no município de Jaborá, no Oeste catarinense, ao lado de Joaçaba e Concórdia. O proprietário Séger Luiz Marca (foto), conhecido na região como o Seu Chico, optou pelo plantio consorciado de erva-mate com a mata nativa, árvores frutíferas e outras culturas como o nabo e a aveia. Segundo ele, o resultado é uma erva mais saudável e saborosa. O empresário explica que se de um lado a produção por hectare é menor, por outro é possível alcançar um equilíbrio com a natureza, garantindo uma das culturas mais sustentáveis do mundo. A Tertúlia também investe em genética, selecionando espécies nativas e centenárias com as que têm melhores características para o consumo. A produção é orgânica, mas é preciso obter a certificação. O processo para obter o selo de produção orgânica está em andamento. A produção orgânica e em harmonia fortalece os diferenciais do chá amargo que integra a história do Sul do Brasil e proporciona diversos benefícios à saúde.

Vendas de Natal

Levantamento divulgado pela CNDL e SPC Brasil aponta que as vendas a prazo tiveram alta média  de 2,66% no país nas três semanas que antecederam o Natal frente ao mesmo período de 2017. Foi o melhor resultado desde 2014. Veja como foi nos últimos seis anos: +2,13% (2017), -2,29% (2016), -4,16% (2015), -8,3% (2014), +3,62 (2013) e +3,90% (2012).

E a Associação Brasileira de Shopping Centers (Alshop) apurou que as vendas nos shoppings do país cresceram 5,5% neste Natal frente ao mesmo período do ano passado.

À beira-mar

Um dos mais tradicionais restaurantes de frutos do mar de Santa Catarina, o Toca da Garoupa, de Florianópolis, abriu ao público ontem a sua filial à beira-mar, em Santo Antônio de Lisboa. O investimento alcançou 1,2 milhão e foram gerados 30 empregos diretos. Os sócios são Renan Bittar, Lucas Santos, Kesio Fabrini, Rômulo Salles e Wagner Mariano. Entre os diferenciais, a casa oferece água mineral gratuita aos clientes.

Doações para cultura

Pessoas físicas e empresas tributadas no lucro real podem destinar parte do seu Imposto de Renda a projetos culturais via Lei Rouanet. Para este ano, o último dia útil para definir essa doação é amanhã, 28 de dezembro. A pessoa pode destinar até 6% do imposto devido. Uma das instituições de SC que buscam esse apoio é a Camerata Florianópolis, que forma novos talentos musicais e faz apresentações pelo Estado. Foi com doações via Lei Rouanet que manteve atividades nos últimos 19 anos. Interessados devem buscar informações com as instituições. A Camerata informa mais no próprio site. 

Estela Benetti

Colunista

Estela Benetti

Especialista na economia de Santa Catarina, traduz as decisões mais relevantes do mercado, faz análises e antecipa tendências que afetam a vida de empresários, governos e consumidores.

siga Estela Benetti

Estela Benetti

Colunista

Estela Benetti

Especialista na economia de Santa Catarina, traduz as decisões mais relevantes do mercado, faz análises e antecipa tendências que afetam a vida de empresários, governos e consumidores.

siga Estela Benetti

Mais colunistas

    Mais colunistas